Transtorno autossômico dominante demonstrando diminuição nos níveis de antígenos ou atividade de proteína s plasmática, associado com trombose venosa e embolia pulmonar. A PROTEÍNA S é uma proteína plasmática dependente de vitamina-K, que inibe a coagulação sanguínea por agir como cofator da ativação de PROTEÍNA C (também uma proteína dependente de vitamina k), e as manifestações clínicas de sua deficiência são virtualmente idênticas àquelas da deficiência de proteína c. O tratamento com heparina para os processos trombóticos agudos é normalmente seguido da administração de drogas cumarínicas de manutenção para a prevenção de tromboses recidivantes.


Imagens

Deixa uma mensagem sobre 'Deficiência de Proteína S'



Não avalia ou garante a precisão de qualquer conteúdo deste site. Clique aqui para ler o termo de responsabilidade.

Última atualização: Setembro 2014