Tumores raros, indolentes compostos por células neoplásicas neuronais e gliais ocorrendo principalmente, em crianças e adultos jovens. Lesões benignas tendem a ser associadas com sobrevida longa, a não ser que o tumor degenere a uma forma histologicamente maligna. Tendem a ocorrer no nervo óptico, substância branca do cérebro e da medula espinhal.


Imagens