http://lookfordiagnosis.com
English
Spanish
Italian
Portuguese
French
Swedish

FAQ - doença imunoproliferativa do intestino delgado
(Powered by Yahoo! Answers)

Estimoral pode fazer o intestino funcionar 6 vezes ao dia?


Tomei este remédio e comecei a evacuar várias vezes ao dia e sempre tendo dores no intestino, já faz dois dias.
----------

Demorou para vc ir no médico. Intestino é sensível vc pode ficar desidratado, ter queda de pressão e desmaiar. Nem sei o que é isso ai, mas se eu fosse vc ia no médico logo.  (+ info)

No prato dobradinha o bucho é parte do intestino bovino ou outra carne?


O dito bucho é estomago bovino e nunca foi intestino*

http://www.agroclip.com.br/archives/129976.jpg  (+ info)

quero saber o preço de uma cirurgia de um tumor no intestino?


gostaria muito de saber quanto custa uma cirurgia para a retirada de um tumor no intestino, pois o meu pai precisa dessa cirurgia
----------

É difícil saber exato o valor ,pois vc conta com honorários médicos,anestesista,sala de cirurgia, diária de apartamento e de UTI dependendo da idade , levamos também em conta os valores de medicações e drogas a serem usadas durante e após a cirurgia ,infelismente diferente do SUS tudo isso é cobrado a parte. Faça uma pesquisa entre os melhores hospitais de SP apenas para ter uma idéia fica difícil dizer o valor uma x q é proibido pelo governo citar valores,Trabalho na área hospitalar  (+ info)

Quais são as complicações do pós-operatório para retirada de tumor de intestino grosso?


Meu pai, há 15 dias, realizou uma cirurgia para retirada de um tumor maligno no intestino grosso.

Contudo, ele está sentindo dores muito fortes em diversas regiões do abdômen e está saindo muita secreção transparente da ferida cirúrgica (chega a molhar todo o colchão). A médica dele disse que não sabia o motivo disto acontecer, mas aparentemente,não se preocupou. Isto é normal no pós-cirúrgico? Se não for, estes sinais poderiam ser de alguma complicação da cirurgia?
----------

Oi Naná, tudo bem? Meu pai fez a mesma cirurgia há 3 anos atrás, hoje está completamente recuperado. Essa secreção é comum sim, porém, pelo que eu saiba, os médicos costumam colocar um dreno na cirurgia para remover isso. Se a secreção está saíndo, melhor, pois se ficar lá dentro causa infecção que é perigosíssimo no caso de pós-cirúrgico. Se quiser me add no msn pra conversarmos mais, ficarei feliz em conhece-la (verihss@terra.com.br). Qtos as dores, isso passa daqui uns dias, mas se isso se tornar insupo´rtável, não demore e leve-o ao médico.  (+ info)

Vc teve ou conhece alguém q teve a sindrome do intestino irritavel durante a gravidez?


O que fez para amenizar o problema?
Qual o remédio q seu médico indicou?
Teve no iníco ou no fim da gravidez?
----------

SÍNDROME DO INTESTINO IRRITÁVEIS :

Sinônimos:

Síndrome do cólon irritável, doença intestinal funcional

O que é?

É um conjunto de manifestações gastro-intestinais crônicas ou recorrentes não associadas a qualquer alteração bioquímica ou estrutural conhecida até hoje. O número de pessoas afetadas por essa síndrome alcança 10-20% da população em países europeus ou nos Estados Unidos. Entre os que procuram atendimento médico, a maioria são mulheres, geralmente no final da adolescência ou antes dos 30 anos.

Como se desenvolve?

A causa da Síndrome do Intestino Irritável (SII) não é bem conhecida e, portanto, não se sabe como, a partir de um certo momento, uma pessoa passa a apresentar os sintomas.

Acredita-se que alterações nos movimentos que propagam o alimento desde a boca até o ânus (motilidade intestinal) e nos estímulos elétricos, responsáveis por esse movimento intestinal, estejam envolvidos.

Já se observou, também, que indivíduos com Síndrome do Intestino Irritável, têm um limiar menor para dor proveniente da distensão intestinal, ou seja, menores volumes de gás ou fezes dentro do intestino são capazes de gerar uma sensação, interpretada pelos pacientes como dor, enquanto que indivíduos sem a síndrome provavelmente não seriam perturbados por estímulos semelhantes.

Alterações psicológicas como depressão e ansiedade são mais freqüentes em pacientes com Síndrome do Intestino Irritável que procuram atendimento médico. É possível que essas pessoas percebam e reajam de maneira mais intensa a estímulos menores.

O que se sente?

Os principais sintomas são dor e distensão abdominal associados a um aumento da freqüência diária de evacuações e amolecimento das fezes.

Períodos sintomáticos podem se alternar com períodos assintomáticos de até vários anos, mas que, por fim, tendem a recorrer.

A dor geralmente é do tipo cólica, intermitente e mais localizada na porção inferior do abdômen. Costuma aliviar com a evacuação e piorar com estresse ou nas primeiras horas após as refeições.

As fezes, na maioria dos pacientes, são diarréicas (amolecidas ou aquosas) podendo conter muco. Outros pacientes queixam-se de constipação (evacuam menos do que seu habitual ou menos de uma vez por semana).

São, também, sintomas comuns em pacientes com Síndrome do Intestino Irritável:
distensão abdominal ou sensação de estofamento,
alternância entre períodos de diarréia e constipação,
flatulência excessiva (gases),
sensação de esvaziamento incompleto após a evacuação.


Como o médico faz o diagnóstico?

O diagnóstico é feito com base nos sintomas apresentados pelo paciente. Para que se possa firmar o diagnóstico não deve haver alterações ao exame clínico ou em exames laboratoriais.

Geralmente, o médico solicita exames gerais de sangue e de fezes capazes de detectar as parasitoses mais freqüentes.

Esses exames não têm a intenção de confirmar o diagnóstico de Síndrome do Intestino Irritável, e sim, de afastar outras causas de sintomas semelhantes, já que não há exame capaz de comprovar o diagnóstico de SII.

Em indivíduos com início dos sintomas após os 40 anos e naqueles com história familiar de câncer de cólon, uma avaliação através de colonoscopia, ou, menos freqüentemente, de Enema Baritado com Duplo Contraste, é indicada para afastar essa possibilidade.

A presença de febre, sangramento, anemia, perda de peso, sintomas durante a noite e diarréia de grande volume e freqüência não são características da Síndrome do Intestino Irritável e devem desencadear a investigação de outra causa.

Como se trata?

Inicialmente é necessário um esclarecimento do médico para o paciente sobre sua doença.

O conhecimento de que se trata de uma doença de evolução benigna e que não acarreta ou progride para nenhuma outra circunstância mais grave é um passo muito importante, capaz de, por si só, tranqüilizar e fazer com os sintomas sejam melhor tolerados.

O fato de fatores psicológicos poderem estar associados e mesmo desencadearem períodos mais sintomáticos e de não serem encontradas alterações capazes de explicar o quadro não devem fazer pensar que esses são imaginários. Eles existem, porém sua causa e mecanismo ainda não podem ser explicados pelo conhecimento científico de hoje.

Uma dieta rica em fibras costuma ser útil em pacientes com queixa de constipação, e o melhor trânsito intestinal pode ajudar pacientes cuja queixa é flatulência excessiva.

Certos alimentos são mal tolerados pelos pacientes com SII. A confecção de um diário alimentar correlacionando sintomas com os alimentos ingeridos previamente pode ser capaz de detectar alimentos desencadeantes.

Alguns vegetais como feijão, repolho, couve-flor, cebola crua, uva e ameixa são causadores de dor ou distensão em certos pacientes. Vinho, cerveja e alimentos ou bebidas com cafeína (café, chá, etc) também podem ser mal tolerados.

A grande maioria dos pacientes melhora com a compreensão d  (+ info)

O que é e como é feita a cirurgia para reduzir intestino?


Gostaria de saber detalhes sobre essa técnica de perca de peso
----------

Olá.

Essa cirurgia eeduzem substancialmente a extensão do intestino funcionalmente ativo, diminuindo drásticamente sua capacidade de absorção. O estômago apesar de parcialmente ressecado não causa restrição (ex: técnica de Scopinaro e Duodenal Switch).

Neste procedimento apesar de retirarmos uma parte do estômago, este continua grande e não causa restrição ao volume ingerido. O paciente pode comer igual ou mais do que comia antes, inclusive alimentos calóricos. E como emagrecemos?

Nesta cirurgia ocorre redução radical do intestino, ou seja a comida só terá 50 cm de intestino para absorver. Não interessa o que comemos e o volume, a comida “passa reto” e não é absorvida adequadamente, e assim emagrecemos sem parar de comer.

No entanto a comida mal digerida tem alguns inconvenientes: causa mais diarréia (estes pacientes passam a evacuar 3-5 vezes por dia), flatulência com odor fétido, perda de vitaminas que necessitam de reposição mais cuidadosa.

Desta forma na cirurgia somente disabsortiva verificamos que apesar de não termos o inconveniente da sensação de restrição gástrica, causamos maior diarréia e flatulência além de perda acentuada de nutrientes e vitaminas devido ao encurtamento drástico do intestino.

Este paciente necessita de acompanhamento médico rigoroso e pode ter complicações nutricionais mais intensas, no entanto é um bom procedimento para pacientes que possuem compulsão acentuada para comer e não vão conseguir parar após a cirurgia.

Beijos.

Lenda Virtual.

  (+ info)

Com o tratamento feito sobre a candida ela será possivel aparecer novamente,corro o riscod e pegar outra doenç


DESCOBRIR QUE ESTOU COM CANDIDA E MINHA GINECO ME PASSOU REMEDIOS E PARA O MEU NAMORADO TBM...CONFORME ACABA O PERIODO DO TRATAMENTO , CORREMOS RISCOS DE PEGAR NOVAMENTE CANDIDA? OU COM O TRATAMENTO A CANDIDA É ELIMINADA TOTALMENTE?corremso o risco de atraves da candida pegar outra doença?
----------

Amiga, infecção por candida é algo que de vez em quando temos, assim como dor de cabeça ou dor de garganta. O fungo vive normalmente em nossa pele e mucosas, sempre sendo controlado pelas bactérias de nossa flora normal e pelo nosso sistema imunológico, por isso basta qualquer alteração da flora ou do sistema imunológico para que ele se prolifere e provoque a infecção. Alguns fatores predispõe a isso, como estresse, uso de duchas vaginais, roupas muito apertadas ou de tecidos sintéticos, etc. Através da Candida não se pega nenhuma outra doença. Faça o tratamento juntamente com seu namorado, mas fique consciente que vez por outra terá que se tratar novamente. Boa sorte.  (+ info)

a criança que não possui o intestino grosso tem alguma restrição alimentar ?


Minha filha tem hoje 4 meses e fara um a cirurgia para retirada do intestino grosso. Quais serão as implicações para sua vida?
----------

depende muito do tipo de cirurgia> se for retirada total, vai ter que evitar alimentos acidos, pois provavelmente ela tera uma colostomia permanente ( abertura no abdomem para eliminação das fezes), pois com a retirada total do intestino ou retirada do colon descendente e reto, o anus é inutilizado. Nesses casos as fezes são acidas, pois nao a agua não sera absorvida pelo organismo e ao sair pela colostomia pode irritar a pele> Apos a cirurgia da sua nene, converse com o medico que ira acompanhá-la no tratamento pós operatorio.  (+ info)

Meu filho te 7 meses, e tem problema de intestino preso. Que tipo de alimento soltam o intestino?


è muito preso mesmo
----------

Nessa idade é preciso ter muito cuidado, melhor consultar um médico.

Eu poderia citar muitas coisas aqui, mil alimentos, mas seria muita irresponsabilidade da minha parte.

Consulte um médico, mamãe e dê um beijinho no seu pimpolho. -)


Bjs;  (+ info)

Alimentação de quem não tem o intestino grosso, vesícula e parte do reto?


Há 12 dias, devido a uma doença de origem herditária (polipose adenomatosa familiar), fiz uma cirurgia de colectomia total (retirada total do intestino grosso), colecistectomia (retirada da vesícula biliar) e retirada parcial do reto. Sei que tenho que ter uma alientação mais constipante, tomar medicamento para conter a diarréia (Imosec), pois como estou sem o intestino grosso, tenho muita diarréia, e vou ter por uns tempos. Mas, mesmo assim, acho que minha alimentação parece estar "limitada". Gostaria de saber alguns outros alimentos que eu poderia consumir, inclusive algum alimento funcional, etc. Obrigada e aguardo resposta urgente!
----------

procure uma nutricionista,vc ficará bem mais orientada sobre o assunto,ou entao pesquise no google,se eu soubesse te diria,mas nao posso passar o que nao sei ta certo?
bjos  (+ info)

1  2  3  4  5  

Deixa uma mensagem ou imagem sobre "doença imunoproliferativa do intestino delgado" (ou acessa o fórum):