http://lookfordiagnosis.com
English
Spanish
Italian
Portuguese
French
Swedish

FAQ - Síndrome De Klinefelter
(Powered by Yahoo! Answers)

Os testículos de um homem que possue a síndrome de Klinefelter é muito pequeno?


São pequenos e devido esta atrofia, não produzem espermatozóides.  (+ info)

Pessoas que possuem a Síndrome de Klinefelter Podem liberar espermatozóides?


Gostaria de saber se elas gozam mesmo se liberam a secreção....Pois estou fazendo um trabalho e preciso de detalhes......
e elas são pessoas normais tem o mesmo grau de raciocinio do que as outras ou são digamos deficiente quanto a aprendizagem
----------

Acho que devido ao pouco desenvolvimento dos testículos, a maioria não libera não.
Nem sempre a infertilidade é a regra. Caso se encontrem indivíduos férteis, deve ser oferecido o diagnóstico pré-natal a fim de excluir alterações cromossómicas uma vez que existe um risco acrescido das mesmas.  (+ info)

quais as chances de homens com síndrome de klinefelter terem filhos saudáveis?


Achei esta resposta no site, espero ter te ajudado:

(...)Esta anomalia genética está associada à idade materna avançada. Num casal com um filho com a síndrome de Klinefelter, o risco de recorrência é igual ou inferior a 1%. O estudo familiar é habitualmente desnecessário, salvo em raras situações. Nem sempre a infertilidade é a regra. Caso se encontrem indivíduos férteis, deve ser oferecido o diagnóstico pré-natal a fim de excluir alterações cromossómicas uma vez que existe um risco acrescido das mesmas.

Mas nunca se esqueça procure um médico!  (+ info)

Como controlar a síndrome de Klinefelter?


Meu filho tem 4 anos e tem síndrome de klinefelter, e o pior, o cariótipo dele é 49, XXXXY. Ele tem retardamento mental grave e dificuldades na fala, ele sofre muito e eu sofro junto com ele... O que eu deveria fazer para amenizar essa situação desesperadora?
----------

A utilização de corticóides baixa o estresse, e também,
o emprego de hormônios masculinos, já que ele tem 3 X a mais no genótipo.

Mas, pelo amor de Deus, leve ao médico, procure um especialista e não
escute o conselho de leigos. Essa Síndrome é grave, mas pode ser controlada logo no início.
Com saúde não se brinca.

Abraço.  (+ info)

Síndrome de Klinefelter é letal?


Indivíduos com a síndrome de Klinefelter tem uma esperança média de vida normal, mas há um aumento considerável de chances de acidentes vasculares cerebrais (6 vezes mais do que a população normal), e um pequeniníssimo aumento de chances de incidência de câncer (1,6%).  (+ info)

oque é síndrome de Klinefelter? oque causa? qual é o tratamento? e quais as suas características?


Se possível resposta com bibliografia....bjx
----------

No site da BIREME encontrará farto material sobre o assunto. boa sorte./  (+ info)

Como posso saber se tenho síndrome de Klinefelter sem ir ao médico?


Sou fóbico social e tenho muita vergonha do meu corpo por isso não gostaria de ter que ir ao médico. Pesquisando na internet percebi que meu perfil se encaixa nas descrições de Klinefelter, gostaria de saber se existem caracteres secundários que podem me ajudar a saber se tenho um cromossomo a mais ou não.
----------

Desculpe mas não axo que seja seu caso. Síndrome de Klinefelter gera individuos com retardo mental. As características femininas podem também aparecer por disfunções hormonais ou por doses de diferentes hormônios quando a pessoa está ainda sendo gestada. É de esperar que indivíduos com a síndrome de Klinefelter tenham uma esperança média de vida normal, no entanto há a referir um aumento considerável de acidentes vasculares cerebrais (6 vezes superior à população geral), assim como na incidência do cancro (1,6%). O atraso da linguagem (51%), o atraso motor (27%) e problemas escolares (44%) complicam o desenvolvimento destas crianças e em alguns estudos estão descritos comportamentos anti-socias e psiquiátricos. Outros apontam para uma boa adaptação social e no trabalho.

Outra complicação é o défice auditivo, no entanto não está descrito um aumento da frequência de infecções respiratórias na infância, ao contrário das doenças auto-imunes (diabetes mellitus; doenças do colagéneo).  (+ info)

Qual a incidência da Síndrome de Klinefelter no Brasil??


A Síndrome de Klinefelter (SK) é provavelmente a anomalia cromossômica mais comum encontrada em seres humanos.
A cada 500 nascimentos um menino apresenta a SK. Visto que a grande maioria destes casos não é diagnosticada, verificamos que muitos indivíduos afetados, não devem evoluir com problemas médicos ou sociais.
A SK foi descrita em 1942 por Dr. Harry Klinefelter em um homem com ginecomastia, porém só em 1959 outros pesquisadores relataram que muitos meninos com esta descrição possuíam 47 cromossomos em suas células em lugar do usual número de 46 e demonstraram que o cromossomo extra numerário é o cromossomo X. Este cromossomo sexual extra causava alterações características nestes meninos.

CARACTERÍSTICAS CLÍNICAS

Os pacientes com SK são apresentam fenótipo masculino, ginecomastia, microrquidia, azoospermia, e níveis elevados de hormônio folículo estimulante(FSH).
A ginecomastia apesar de ser um importante sinal, não é obrigatória, aparecendo em somente 25 a 35% dos casos. Devemos observar outros sinais associados como estatura elevada, membros superiores alongados desrespeitando a simetria corporal, obesidade, pênis pequeno, sinais de feminilização como os pelos pubianos e a voz e também testículos pequenos, moles e indolores que são o único sinal obrigatório em pacientes SK. Esse último achado gera a azoospermia total ou uma oligoospermia. Alguns pacientes com SK podem apresentar fenótipo normal.
Embora os pacientes com SK não sejam mentalmente retardados, alguns estudos demonstram que o QI é em média 10 a 15 pontos abaixo do QI dos irmãos normais do afetado.

VARIANTES DA SINDROME DE KLINEFELTER

Existem outras variações menos comuns como: 48, XXYY; 48, XXXY; 49, XXXXY; e mosaico XY/XXY. Todas elas consideradas variantes da SK.
Como têm um cromossomo Y, estes indivíduos apresentam fenótipo masculino, porém se detecta um grau de deficiência metal e maiores anormalidades físicas a cada cromossomo X adicional.

DIAGNÒSTICO

A SK é diagnosticada através do cariótipo; um exame feito com uma amostra de sangue. É causada por uma anomalia cromossômica envolvendo o cromossomo sexual.
Até a década de 60 o único meio de confirmação da SK era a biópsia testicular, que ao exame microscópico demonstra a falta de elementos germinativos nos canais seminíferos, que se apresentam hialinizados e dispostos irregularmente em um tecido conjuntivo intersticial frouxo.
Nos dias atuais, entretanto, esse exame perdeu sua importância e só é realizado após esgotarmos as possibilidades oferecidas pela citogenética humana.
O exame genético da SK mostra que o cariótipo de um portador geralmente é 47, XXY embora também existam mosaicos e outros genótipos com os mesmos sintomas em graus variados. Um exame simples e econômico é a detecção do corpúsculo de BAAR (cromatina sexual). Isso torna o exame do cariótipo do paciente necessário somente quando o estudo do cromossomo sexual contraria o quadro clínico.
Apesar desse novo estilo de exames ter tornado possível o diagnóstico em pacientes pré-púberes, a maioria dos casos só são detectados em pacientes após a puberdade quando se iniciam os primeiros sinais (ginecomastia, hipogenitalismo) ou então em testes de fertilidade já que uma parte dos homens estéreis pode ser portadora de SK.

TRATAMENTO

O maior efeito do cromossomo X extra em meninos é o hipogenitalismo. Como conseqüência disto, existe uma diminuição da testosterona detectada na época da puberdade.
Quando estes meninos estão entre 10 e 12 anos de idade é muito útil dosar periodicamente o nível sérico dos hormônios sexuais. O baixo nível de testosterona resultará na diminuição das mudanças sexuais que ocorrem durante a puberdade.
Na ocorrência de outras características apontarem para o metabolismo com baixo nível de hormônios, o tratamento com hormônios sexuais masculinos pode ser benéfico.
A forma mais comum de tratamento envolve a administração uma vez ao mês através de Depotestosterona injetável, uma forma sintética de testosterona. A dose necessita ser aumentada gradualmente e ser aplicada mais freqüentemente com o avançar da idade.
O tratamento visa a progressão normal do desenvolvimento físico e sexual, incluindo o crescimento de pêlos pubianos e o aumento do tamanho do pênis e testículos, crescimento da barba, desenvolvimento da voz grave e aumento da força muscular.
Outros benefícios observados na literatura:
- Melhoria do raciocínio
- Melhoria da atenção
- Mais energia e um alto grau de concentração
- Diminuição do tremor nas mãos
- Melhoria do autocontrole
- Melhoria da atividade sexual
- Facilidade na aprendizagem e assentamento no trabalho
- Melhoria da auto-estima.
Os homens com SK são capazes de apresentar a função sexual, incluindo ereção e ejaculação, porém são incapazes de produzir quantidades normais de sêmen sendo, portanto, inférteis.  (+ info)

Tenho 29 anos e uma preocupação:"corro" o risco de ter um filho com síndrome de klinefelter?


Na minha família ,e nem a do meu marido, existe casos assim.
----------

A Síndrome de Klinefelter (SK) é provavelmente a variação cromossômica mais comum encontrada em seres humanos.

A cada 500 nascimentos é encontrado um menino com a síndrome.

Visto que a grande maioria destes casos não serão diagnosticados, isto mostra que em muitos casos de indivíduos afetados, eles levam vidas normais sem problemas médicos ou sociais.

A SK é diagnosticada através do cariótipo; um exame feito com uma amostra de sangue. É causada por uma variação cromossômica envolvendo o cromossomo sexual. O sindrômico é um homem que, devido a esta variação cromossômica, possui um desequilíbrio hormonal.  (+ info)

Qual é assistência de enfermagem com paciente com síndrome nefrótica?


Preciso fazer um trabalho mais não consigo achar. Tenho que achar sobre o que fazer um paciente que tem síndrome nefrótica.
----------

Entao como é pra vc fazer um trabalho vou te mandar varios sites legais, bem explicativos...
xauuu  (+ info)

1  2  3  4  5  

Deixa uma mensagem ou imagem sobre "Síndrome De Klinefelter" (ou acessa o fórum):