FAQ - Mola Hidatiforme
(Powered by Yahoo! Answers)

alguem que ja teve mola hidatiforme engravidou e conseguiu dar a luz?


Olá,

Não conheço niguém e para dizer a verdade nem conhecia o problema.
No entanto gostaria de te desejar toda a sorte do mundo e que se tal for possível, que tudo corra muito bem.

Felicidades!

José  (+ info)

ja fiz 2 curetagem 1 por aborto espontaneo outra por mola hidatiforme pode me prejudicar engravidar?


Suas chances de engravidar são bastante debilitadas sim, é o que todos dizem. Para maiores informações, acho que você deveria se consultar com um médico, que vai saber te explicar detalhadamente.  (+ info)

mola hidatiforme coloca em risco a minha gravidez?


Oi Quero o bb!

A Mola Hidatiforme é um tumor benigno invulgar que se desenvolve a partir de tecido placentário em fases precoces de uma gravidez em que o embrião não se desenvolve normalmente. A mola hidatiforme, que se assemelha a um punhado de pequenos bagos de uva, é causada por uma degeneração das vilosidades coriónicas (projecções minúsculas, semelhantes a dedos, existentes na placenta). Desconhece-se a causa da degeneração.

Prognóstico:

Existe o risco ligeiro de uma mola hidatiforme se transformar num tumor maligno; por este motivo, devem efectuar-se análises regulares para verificar os níveis de gonadotrofina coriônica humana no sangue e na urina. As mulheres que tenham tido uma mola hidatiforme numa gravidez não devem voltar a engravidar até que os seus níveis de gonadotrofina coriônica humana se mantenham normais durante pelo menos um ano. Uma em cada 75 gravidezes futuras corre o risco de ser novamente afectada.

Infelizmente, existem riscos de interrupção da gravidez.

Boa sorte a vc a ao bb!

bj  (+ info)

tive uma gestação de mola hidatiforme há 8 anos, oq é exatamente uma gestação molar?


É um tipo de tumor envolvendo as células coriônicas da placenta. Essas células em geral destroem o embrião, e crescem desordenadamente. Existe uma forma mais grave que é o coriocarcinoma, que é um tumor maligno bem mais agressivo,q ue exige até quimioterapia.  (+ info)

A poucos dias atrás, fiz uma curetagem, o motivo era uma mola hidatiforme,então quando vou poder sexo?


No aborto, da mesma forma que no parto, deve ser respeitado o puerpério, que é de 42 dias, a partir do procedimento ocorrido (parto ou curetagem).

O mais importante é que, após uma mola hidatiforme, a mulher não deve engravidar por pelo menos UM ANO. Nesse período deve evitar a gravidez com um anticoncepcional hormonal. E deve controlar periodicamente (o médico assistente deverá determinar o prazo) as gonadotrofinas, através do exame de sangue, o Beta HCG.

Oriente-se a respeito com o médico que a assistiu na curetagem.

Boa sorte.  (+ info)

Mola Hidatiforme qdo volta o que fazer?


ola tive mola a 1 ano fiz quimioterapia e ja faz 1 ano que nao tenho nda.mas hj fiz uma exame e meu Bata-hcg quantitativo deu muito alto, estou com medo de voltar ao medico, gostaria de saber quais sao os riscos qdo a mola volta o que pode acontecer se o procedimento é diferente de quando se tem a primeira vez??
----------

Amiga, nesse caso não seria a mola anterior que teria voltado, mas sim a formação de uma nova mola. Procure seu médico o quanto antes. Boa sorte.  (+ info)

Uma mesma pessoa pode ter mola hidatiforme 2 vezes?


BOA TARDE
Minha noiva teve mola em 2003 e agora esta gravida existe o risco de ter mola pela segunda vez?
----------

Mola hidatiforme. Ocorre em uma a cada 1000 ou 2000 gravidezes e caracteriza-se por grande aumento de volume das vilosidades, que se tornam visíveis macroscopicamente e císticas. Microscopicamente, há degeneração hidrópica do tecido conjuntivo da vilosidade, com ausência dos vasos fetais. Tanto o cito- como o sinciciotrofoblasto mostram hiperplasia e atipias celulares em graus variáveis. Não há formação de embrião. Clinicamente, a manifestação mais freqüente é no 4o ou 5o mês com sangramento vaginal, aumento excessivo do volume uterino e ausência de batimentos fetais. O tratamento é por curetagem uterina. A complicação mais séria das molas é a transformação em coriocarcinoma (2% dos casos). O aspecto histológico não permite prever o prognóstico. Assim, as pacientes devem ser acompanhadas periodicamente com dosagem de gonadotrofina coriônica humana no plasma (b-HCG); aumento dos níveis sugere que um remanescente de mola tenha-se transformado em coriocarcinoma.
A origem mais aceita para a mola aqui demonstrada, dita mola completa, é a androgênese : desenvolvimento a partir apenas de cromossomos paternos, tendo o óvulo fertilizado perdido seu núcleo. O cariótipo é diplóide [46 XX (90%) ou 46 XY]. Outro tipo mais raro de mola, não mostrado aqui, é a mola parcial, em que o cariótipo é triplóide (p. ex., 69 XXY) e atribuído a fertilização de um óvulo por dois espermatozóides. Na mola parcial as alterações são mais leves: só algumas vilosidades são edemaciadas, a proliferação trofoblástica é focal, pode haver formação de embrião (não viável) e a transformação em coriocarcinoma é rara.
Fiz esta pesquisa ,longa,porem espero ter ajudado.  (+ info)

O QUE MOLA HIDATIFORME( OU DESTRUTIVA)


QUAL O TRATAMENTO ESPECIFICO?PQ OCORRE? HA ALGUM RISCO A SAUDE.
----------

A Mola Hidatiforme é um tumor benigno invulgar que se desenvolve a partir de tecido placentário em fases precoces de uma gravidez em que o embrião não se desenvolve normalmente. A mola hidatiforme, que se assemelha a um punhado de pequenos bagos de uva, é causada por uma degenerescência das vilosidades coriónicas (projecções minúsculas, semelhantes a dedos, existentes na placenta). Desconhece-se a causa da degenerescência.

Ocorrem geralmente perdas sanguíneas vaginais e enjôos matinais excessivos. Os tumores hidatiformes são visíveis numa ecografia. As análises de sangue e de urina detectam níveis excessivos de gonadotrofina coriônica humana produzidas pelo tumor. O tumor pode ser removido quer por sucção do conteúdo do útero, quer por raspagem, podendo, por vezes, ser necessária uma histerectomia.

Existe o risco ligeiro de uma mola hidatiforme se transformar num tumor maligno; por este motivo, devem efectuar-se análises regulares para verificar os níveis de gonadotrofina coriônica humana no sangue e na urina. As mulheres que tenham tido uma mola hidatiforme numa gravidez não devem voltar a engravidar até que os seus níveis de gonadotrofina coriônica humana se mantenham normais durante pelo menos um ano. Uma em cada 75 gravidezes futuras corre o risco de ser novamente afectada.

  (+ info)

O que é mola hidatiforme?


A Mola Hidatiforme é um tumor benigno invulgar que se desenvolve a partir de tecido placentário em fases precoces de uma gravidez em que o embrião não se desenvolve normalmente. A mola hidatiforme, que se assemelha a um punhado de pequenos bagos de uva, é causada por uma degenerescência das vilosidades coriónicas (projecções minúsculas, semelhantes a dedos, existentes na placenta). Desconhece-se a causa da degenerescência.


[editar] Incidência
A mola hidatiforme é a forma mais comum de tumor trofoblástico. Nos países desenvolvidos, ocorre em cerca de uma em cada 2000 gravidezes; a incidência é muito mais elevada em alguns países em vias de desenvolvimento. Em cerca de 3% das gravidezes afectadas, o tumor transforma-se em coriocarcioma, um tumor maligno que pode invadir as paredes do útero se não for tratado e metastizar para outros órgãos.


[editar] Sintomas, diagnóstico e tratamento
Ocorrem geralmente perdas sanguíneas vaginais e enjôos matinais excessivos. Os tumores hidatiformes são visíveis numa ecografia. As análises de sangue e de urina detectam níveis excessivos de gonadotrofina coriônica humana produzidas pelo tumor. O tumor pode ser removido quer por sucção do conteúdo do útero, quer por raspagem, podendo, por vezes, ser necessária uma histerectomia.


[editar] Prognóstico
Existe o risco ligeiro de uma mola hidatiforme se transformar num tumor maligno; por este motivo, devem efectuar-se análises regulares para verificar os níveis de gonadotrofina coriônica humana no sangue e na urina. As mulheres que tenham tido uma mola hidatiforme numa gravidez não devem voltar a engravidar até que os seus níveis de gonadotrofina coriônica humana se mantenham normais durante pelo menos um ano. Uma em cada 75 gravidezes futuras corre o risco de ser novamente afectada.

Obtido em "http://pt.wikipedia.org/wiki/Mola_hidatiforme"  (+ info)

alguém sabe me falar sobre gravidez degenerativa ? Alguma coisa parecida com mola hidatiforme?


A mola hidatiforme faz parte do grupo das doenças trofoblasticas gestacionais, caracterizadas por proliferação anormal do trofoblasto (estrutura que irá originar a placenta).
A mola hidatiforme é uma doença benigna enquanto o coriocarcinoma e a mola invasora são malignos.
Basicamente é um tipo de cancer da placenta, mas no caso da mola hidatiforme é um tumor benigno, sem potencial de invasão.  (+ info)

1  2  3  4  5  

Deixa uma mensagem sobre 'Mola Hidatiforme'



Não avalia ou garante a precisão de qualquer conteúdo deste site. Clique aqui para ler o termo de responsabilidade.

Última atualização: Setembro 2014