FAQ - Instabilidade Articular
(Powered by Yahoo! Answers)

o que é derrame articular no joelho ? tem cura?


O derrame articular no joelho é a popular "água no joelho", é o líquido sinovial que está presente nas cavidades articulares e bainhas dos tendões. É um sintoma, ou seja, sua cura vai depender do tratamento do problema causador. Pode ser causada por um trauma como batida no joelho, por lesões na articulação devido a esforço, comum em atletas. Nesse caso é preciso cirurgia.  (+ info)

Cisto sinovial articular???


Tenho um cisto sinovial articular no dorso do pé direito.Não sinto dor nenhuma ,só aparenta uma grande bolinha apresentando o tamanho de 33 x15x6 mm. Apresenta discreto prolongalmento na base carpo-metatarso entre 1ºe o 2ºmetatarso.Alguem poderia me explicar melhor o q é isso?? Será q preciso operar????
----------

O cisto sinovial na mão é um tipo particular de “bolinha” ou aumento de volume localizado, que surge próximo a uma articulação ou a um tendão. É similar a uma bola plástica cheia de um líquido espesso. Ele pode ser duro ou de consistência gelatinosa, pode ou não ser doloroso, e pode aumentar ou diminuir de volume espontaneamente. Pode também ser chamado de cisto mucoso quando localizado na articulação distal dos dedos próximo a unha.

O tratamento depende dos sintomas experimentados pelo paciente, Pode ser confeccionado um “splint” ou órtese que imobiliza exclusivamente a articulação acometida proporcionando suporte e repouso. Se o cisto é sintomático, ou sua aparência é inaceitável ao paciente, outro tratamento deve ser recomendado. Inicialmente o médico ortopedista pode aspirar ao conteúdo do cisto e aplicar uma injeção de cortisona. Este tratamento funciona melhor nos cistos tendinosos do que nos articulares. Quando este tratamento não é efetivo, pode ser indicada uma intervenção cirúrgica com a remoção completa do cisto. A recuperação completa pode variar de dois a quatro meses. Os cistos podem retornar após sua remoção ou outro cisto pode aparecer adjacente à área operada.
podem ser removidos através de vídeocirurgia artroscópica, espero ter ajudado..bjsss  (+ info)

Dores ósseas e articulares muito fortes e persistentes a que se devem?


Tenho 25 anos e há 2 anos que tenho dores musculares, articulares e ósseas muito fortes. Vou ao medico, queixo-me mais da-me sempre o mesmo, paracetamol. As dores não passam estou cada vez pior, não passo um dia sem dores nos joelhos, tornozelos, pulsos...tudo o que e articulação e depois estende para o resto do osso. Sinto choques pela coluna abaixo de cada vez que movimento rapido o pescoço... bem n sei o que tenho os medicos n parecem importarem-se ou então ainda não achei o medico certo.
Bem se alguem me puder dar umas luzes ajudar de alguma forma agradecia, não sei o que fazer mas tudo em mim piora de dia para dia.
Obrigada.
----------

Prednisona é para dores. Tome bastante vitaminas [copo] e esse remedio é otimo CENTRUN polivitamina de A a Zinco.
Espero boas melhores a vc!
Se cuida viu....  (+ info)

O que é DEBRIS?"Ultra-som tornozelo (...derrame intra-articular com debris internos...)"?


Restos de qualquer coisa destruída, fragmentos, pedaços, cacos  (+ info)

Alguém poderia traduzir a minha ressonância magnética e indicar um tratamento?


JOELHO ESQUERDO
Ausência de derrame articular. Ligamentos cruzados e colaterais de aspecto normal. Não há sinais de lesões meniscais. Tendões quadricipital e patelar sem alterações. Tróclea femoral rasa .
Alteração difusa do sinal da cartilagem de revestimento da patela notando-se áreas de erosão na região da crista que parecem tocar o osso subcortical. Notam - se áreas de edema do osso subcortical nas facetas medial e lateral da patela. Edema da gordura interposta entre tendão patelar e o côndilo femoral lateral.
Diminuto cisto poplíteo medindo cerca de 1 cm.
JOELHO DIREITO
A patela encontra-se elevada na posição do exame, havendo discreto foco de edema da gordura Hoffa interposta entre o tendão patelar e côndilo femoral lateral. Área de alteração de sinal da cartilagem hialina que reveste toda a patela, sem comprometimento do osso subcondral. Não há evidência de derrame intra-articular. Os meniscos têm forma e intensidade de sinais normais. Não identificamos alterações dos ligamentos
----------

Essa ressonância foi Recomendada por um médico certamente.

Você deve mostrar pra ele.

@  (+ info)

Fiz um exame à coluna e gostaria de saber se irei precisar de fazer fisioterapia ?


o relatório diz : anomalia transacional lombo-sagrada por sacralização de L5 de que resulta estreitamento global do espaço articular inter-somático L5-S1 e contacto sagrado da mega-apófise transversa direita de L5. Gostaria mesmo muito de saber de irei precisar de fazer fisioterapia.
Muito Obrigado FM
----------

Olá FM, é bem provável que precise sim. Mas antes, deve procurar por um ortopedista, para avaliar necessidade de cirurgia ou não.
O seu caso é pouco comum. Se quiser um resumo, é como se você tivesse uma vértebra lombar a mais. De modo geral, as pessoas possuem 7 vértebras na cervical, 12 na torácica e 5 na lombar. No seu caso, existem 6 na lombar. Isso ocorreu por uma alteração no osso que fica abaixo da última vértebra lombar: o sacro. Uma parte do sacro se desprendeu e se transformou em uma vértebra lombar, diminuindo o espaço entre as demais vértebras, deixando esta região um pouco mais sensível e mais instável. Isto geralmente causa dores e muitos desconfortos para pessoa, mas existe tratamento.
Geralmente o tratamento é sem cirurgia, com muita fisioterapia.
Porém, é necessário que procure por um bom profissional, que entenda do assunto e que saiba utilizar as técnicas adequadas.
Se quiser uma base: Imagine que você tem um osso. De repente a parte de cima dele se desprende da parte de baixo, resultando em dois ossos. Vai existir um espaço entre eles e consequentemente um movimento entre eles (que antes não existia). Com este acréscimo da mobilidade, serão necessários músculos específicos para estabilizar estes dois novos ossos, para evitar que eles se mexam demais e causem dor. Ou seja, a fisioterapia terá que trabalhar para estabilizar esta região mais sensível e mais móvel. Por isso, fazer somente calor ou gelo e choquinhos não vai adiantar em nada. Só vai diminuir a dor temporariamente, mas no final do dia vai sentir de novo.
Se quiser tratar a causa, procure por profissionais mais especializados, de preferência que já tenham visto casos como o seu.
Agora, o meu conselho, é que antes de tudo, leve os exames para serem avaliados pelo seu ortopedista. Se for preciso, é ele quem vai te encaminhar para a fisioterapia, ok?
Procure sempre por profissionais de sua confiança ou com boas referências!
Bom tratamento!  (+ info)

o que é derrame articular?


Um grande abraço, espero o voto pela melhor resposta!

A sinóvia é o aumento de secreção de líquido sinovial, no seu caso a do joelho!: chamamos derrame articular de (“água no joelho”)

Edema refere-se a um acúmulo anormal de líquido no espaço intersticial devido ao desequilíbrio entre a pressão hidrostática e oncótica. É constituído de uma solução aquosa de sais e proteínas do plasma e sua composição varia conforme a causa do edema (inflamação por exemplo provoca um edema local = inchaço) .

Cabe o médico ortopedista fazer uma punção, ou seja retirar com a seringa a àgua do joelho, se essa àgua estiver amarelinha não é nem um tipo de lesão (trauma), é a cor normal do liquido sinovial, agora se estiver com sangue e devido algum trauma sofrido, uma pancada por exemplo, então mesmo assim o correto é o médico ortopedista colher este liquido e fazer uma analise laboratorial, para ver se tem algum tipo de infecção, se o derrame for pequeno a maioria dos ortopedistas não gostam de puncionar, esperam que o organismo reabsorva.

Um grande abraço, espero o voto pela melhor resposta  (+ info)

A causa da Mínima quantidade de líquido intra-articular nas coxo femurais está causando, o que?


-Mínima quantidade de líquido intra-articular nas coxo femurais.
Tenho espondilite anquilosante ou espondiloartrose pode ser elas que estão causando.
Obrigada!
----------

Esqueci de complemantar a resposta a respeito da articulação coxofemoral quando você fez a pergunta sobre a ressonância da coluna.
Esse líquido significa que existe um edema na articulação. Em outras palavras, um processo inflamatório não muito grande. comum em casos de espodilite anquilosante.  (+ info)

O que é Lesao do corno posterior do menisco medial?


Fiz uma ressonância magnética do joelho direito e no ID consta, além dessa lesão: pequeno cisto de Baker; derrame articular moderado. Gostaria de saber se existe tratamento sem necessidade de cirurgia. Obrigada.
----------

Sim, claro. A Fisioterapia te ajuda a drenar esse derrame articular e aliviar essa dor no seu menisco.

Peça a seu ortopedista te encaminhar pra uma clínica de Fisioterapia.
Espero ter ajudado, melhoras.  (+ info)

O que é artrose metatarsofalangeana do hálux com esboços de osteófitos marginais?


Alguém pode me ajudar com o seguinte diagnóstico, por favor: controle pós-operatório com materiais cirúrgicos metálicos na metadiáfise distal do primeiro metatarso e na cabeça do segundo, havendo radioluscência óssea circunjacente ao material cirúrgico do segundo metatarso, medindo até 1cm. A extremidade plantar do material tem projeção extracortical de cerca de 0,2cm com aparente componente intra-articular. Artrose metatarsofalangeana do hálux com esboços de oesteófitos marginais, havendo desvio de valgo do hálux.
Ufa! (:) Obrigada
----------

É a doença articular mais freqüente e a cartilagem é o tecido inicialmente alterado. A cartilagem está aderida à superfície dos ossos que se articulam entre si. É formada por um tecido rico em proteínas, fibras colágenas e células.

Como se desenvolve?

A Osteoartrite (OA) tem início quando alguns constituintes protéicos modificam-se e outros diminuem em número ou tamanho. Há tentativa de reparação através da proliferação das células da cartilagem mas o resultado final do balanço entre destruição e regeneração é uma cartilagem que perde sua superfície lisa que permite adequado deslizamento das superfícies ósseas.

Este processo acompanha-se de liberação de enzimas que normalmente estão dentro das células cartilaginosas. A ação destas enzimas provoca reação inflamatória local a qual amplifica a lesão tecidual. Aparecem erosões na superfície articular da cartilagem que fica como se estivesse cheia de pequenas crateras. A progressão da doença leva ao comprometimento do osso adjacente o qual fica com fissuras e cistos.

Ao mesmo tempo, aparentemente como uma tentativa de aumentar a superfície de contato e procurando maior estabilidade, o osso prolifera. Mas não é um osso normal, sendo mais rígido e mais suscetível a microfraturas que ocorrem principalmente em articulações que suportam peso.

Aparentemente devido à reação inflamatória local todos os elementos da articulação sofrem hipertrofia: cápsula, tendões, músculos e ligamentos. As articulações sofrem aumento de volume e podem estar com calor local.

O grau de comprometimento é bastante variado. A doença pode evoluir até a destruição da articulação ou estacionar a qualquer momento. Há indivíduos que têm deformidades nos dedos e que nunca sentiram dor e outros que terão dor e progressiva piora da doença com conseqüentes deformidade e diminuição da função articular.

Não se conhece o gatilho inicial da Osteoartrite. Acredita-se que mecanismos diferentes levem às mesmas alterações na função e composição das estruturas articulares.

Freqüência

A doença torna-se evidente a partir dos 30 anos de idade. Estima-se que 35% das pessoas já tenha Osteoartrite (OA) em alguma articulação nesta idade, sendo a grande maioria sem sintomas. Joelhos e coluna cervical são os locais mais atingidos. Aos 50 anos aumenta muito a prevalência e a partir da década dos 70 anos 85% dos indivíduos terão alterações ao RX.

Fatores de risco

Osteoartrite (OA) nos dedos das mãos é mais freqüente em mulheres e tem grande incidência familiar, favorecendo um mecanismo genético.

Osteoartrite em articulações que recebem carga, como quadris e joelhos, são mais freqüentes em obesos o mesmo podendo acontecer com a coluna vertebral.

Defeitos posturais como pernas arqueadas ou pernas em xis favorecem Osteoartrite de joelhos. Posição inadequada do fêmur em relação à bacia leva à degeneração cartilaginosa em locais específicos da articulação coxo-femural.

Do mesmo modo, defeitos nos pés levarão à instalação de Osteoartrite, sendo o joanete o melhor modelo. Entretanto, há pacientes que sofrem outro tipo de OA no dedo grande do pé que não se relaciona com defeito postural.

Hiperelasticidade articular, mais comum em mulheres, pode permitir que as superfícies articulares ultrapassem seus limites anatômicos e a cartilagem, deslizando em superfícies duras, sofre erosão. Osteoartrite OA entre fêmur e rótula (femuropatelar) é um exemplo comum.

Doenças metabólicas como diabete e hipotireoidismo favorecem o desenvolvimento de Osteoartrite.

Outras doenças que afetam a cartilagem como artrite reumatóide, artrite infecciosa e doenças por depósitos de cristais (gota e condrocalcinose) podem apresentar-se com o mesmo tipo de lesão e são rotuladas como Osteoartrite (OA) secundária.

Manifestações clínicas

O que se sente?

Antes da dor, os pacientes com OA podem reclamar de desconforto articular ou ao redor das articulações e cansaço. Posteriormente, aparece dor e, mais tarde, deformidades e limitação da função articular. No início, a dor surge após uso prolongado ou sobrecarga das articulações comprometidas.

Mais tarde, os pacientes reclamam que após longo período de inatividade como dormir ou sentar-se por muito tempo em Osteoartrite de quadrís ou joelhos, há dor no início do movimento que permanece alguns minutos.

São exemplos a dor discreta com rigidez que dura alguns minutos nos dedos pela manhã e nos joelhos também de manhã ou após algum tempo sentado. Nos pacientes que têm piora progressiva a dor fica mais forte e duradoura e as deformidades acentuam-se.

Na Osteoartrite de quadrís e joelhos, subir e descer escadas fica mais difícil assim como caminhadas mais longas.

A inflamação pode produzir aumento do líquido intra-articular. Nestas situações a dor aumenta, os movimentos ficam mais limitados e a palpação articular evidencia calor local além da presença do derrame.

Acredita-se que só o fato de uma articulação estar comprometida  (+ info)

1  2  3  4  5  

Deixa uma mensagem ou imagem sobre "Instabilidade Articular" (ou acessa o fórum):



Não avalia ou garante a precisão de qualquer conteúdo deste site. Clique aqui para ler o termo de responsabilidade.

Última atualização: Setembro 2014
Estatísticas