http://lookfordiagnosis.com
English
Spanish
Italian
Portuguese
French
Swedish

FAQ - Infecções Por Proteus
(Powered by Yahoo! Answers)

Existe outro remédio para tratar de infecções causadas por proteus mirabilis além do sulfato de gentamicina?


Infecções graves causadas por cepas suscetíveis dos microrganismos descritos no item Microbiologia. Devem ser realizados testes de suscetibilidade e cultura. O tratamento pode ser iniciado antes que os resultados destes testes sejam conhecidos.

CEFALEXINA : No espectro útil, são considerados: Streptococcus b-hemolítico, Staphylococcus aureus, incluindo cepas produtoras de penicilinase, Escherichia coli, Proteus mirabilis, Klebsiella sp., Haemophilus influenzae e Moraxella (Branhamella) catarrhalis.

CEFALOTINA: Profilaxia de infecções perioperatorais. Infecções do trato geniturinário produzidas por Escherichia coli, Klebsiella, Proteus mirabilis. Pneumonia produzida por S. aureus, Streptococcus beta-hemolíticos, Streptococcus pneumoniae; septicemia bacteriana por Klebsiella pneumoniae, Proteus mirabilis, S. beta-hemolíticos, Staphylococcus aureus. Infecções da pele e tecidos moles produzidas por Escherichia coli, Klebsiella, Proteus mirabilis, Staphylococcus (produtores e não produtores de penicilinase), Streptococcus beta-hemolíticos. Infecções do trato urinário produzidas por Escherichia coli, Klebsiella pneumoniae e Proteus mirabilis. Erisipela.

CEFAZOLINA: Infecções dos tratos respiratório e geniturinário; otorrinolaringológicas, de pele e tecidos moles, e osteoarticulares.

mas se faz necessário saber a sensibilidade do proteus, se não vc poderá dar um tiri de canhão onde chumbinho mata, ai vc cria resistencia em seu organismo ok, boa sorte  (+ info)

Por favor gostaria de saber o que é PROTEUS MIRABILIS?


Gostaria muito da ajuda de todos. Soube que é uma bactéria, mas gostaria de confirmar e também as causas. Um criança de 6 meses está com este problema. Conto com vocês. Obrigado
----------

Sei que é uma bactéria que causa com frequência infecções hospitalares em crianças (meu sobrinho foi infectado por essa mesma bactéria).

Se ocorreu o mesmo com essa criança que você citou, o correto é fazer um antibiograma para saber qual antibiótico será o mais adequado para eliminar a Proteus Mirabilis em questão, porque vinda de um ambiente hospitalar esta pode ser resistente aos antibióticos mais comuns.  (+ info)

meu marido fez o espermograma e acusou que ele tem uma bacteria chamada proteus ele tem 46 anos e tem diabetes?


eu tenho 31 anos e estou querendo engravidar isso afeta em alguma coisa!!!ha ele ta tratando .obrigada!
----------

ai amiga q ruim hein, eu nao sei sobre isso!
nunca ouvi falar pra ser sincera, mas tem q procurar um especialista!
se ele está tratando o medico deve saber!
Por isso q eh bom tentar sempre mais cedo a gravidez, eu tenho 22 e meu marido 32 e estamos tentando, ja tive dois abortos e ja terminamos o tratamento agora logo vem uma boa noticia, imagina soh se esperassemos mais anos ainda, ai ia ficar dificil!
Bjs  (+ info)

Como se " pega " a bactéria proteus mirabilis? É nosso próprio organismo que produz?


Proteus Mirabilis tem como habitat natural o trato intestinal do homem e de outros animais também.


Boa noite.  (+ info)

Gostaria de saber sobre bactéria proteus mirabilis.?


Já procurei a respeito e sempre acho sobre infecção urinária. O que eu tenho é uma infecção no pé já faz 3 meses, melhora com antibiótico CIPROFLOXACINA, mas depois volta. Na cultura realizada por duas vezes foi encontrado proteus mirabilis.
----------

Se apenas melhora com ciprofloxacina, mas depois volta, significa que está ficando resistente.
O correto é ser feito, além da cultura, um antibiograma para descobrir quais os antibióticos que matam mesmo, pois o proteus mirabilis é meio "miraculoso" e "mirabolante", difícil de matar mesmo.
Quando seu médico souber qual o antibiótico que mata mesmo o "bixo" ele vai te passar aquele que for mais eficaz.  (+ info)

que bactéria é proteus sp , o que ela causa a a saude ?


por favor se alquém souber me dizer o que tipo de bactéria é essa e o que ela causa?
----------

O Proteus sp é um bacilo gram negativo entérico (faz parte da flora normal do intestino), faz parte do grupo de coliformes totais e é responsável por uma boa parte das infecções urinárias, principalmente em mulheres pela forma incorreta de higiene após a evacuação.

Recentemente, estudos moleculares incluíram quatro espécies bacterianas dentro do gênero Proteus: P.vulgaris, P.mirabilis, P.myxofaciens e P.penneri. Além disso, quatro genoespécies (3, 4, 5 e 6) não nomeadas e pertencentes ao biogrupo 3 da espécie P.vulgaris foram também incluídas neste gênero. Dentro da tribo Proteeae, Proteus mirabilis é umas das espécies mais importantes clinicamente, sendo responsável por 10% de infecções do trato urinário não complicadas além de ser o quinto patógeno responsável por infecções urinárias hospitalares (Gales et al., 2000). Pode ainda causar infecções de ferida e sepse em pacientes hospitalizados. P.vulgaris é isolado com maior freqüência em pacientes imunodeprimidos e naqueles fazendo uso prolongado de antimicrobianos. P.penneri é ocasionalmente isolado e tem sido descrito como um patógeno hospitalar. P.myxofaciens até o momento não foi relatado como agente causal de infecções em humanos.

Espero ter ajudado!  (+ info)

Oi tenho um bebe de 9 m,seu exame de uroc.apresentou 80 mil colonias proteus mirabili, alguém pode me exclarec?


?????????????????????????????????????????  (+ info)

a sindrome de proteus tem tratamento?


Amigo, a Síndrome de Proteus é uma doença genética que atinge os 3 folículos embrionários e por isso não tem tratamento. Boa sorte.  (+ info)

depoimento de sd proteus?


preciso obter mais informações sobre a sindrome de proteus, e de pessoas que nasceram com a sindrome.
----------

A Síndrome de Proteus assim se denomina por abranger malformações de diferentes órgãos e sistemas. Wiedemann descreveu-a com as seguintes anormalidades: hemi-hipertrofia; gigantismo de mãos, pés ou ambos; macrocrânio e outras anormalidades de esqueleto; hamartomas em partes moles; nevo verrucoso pigmentado; anormalidades viscerais; e ritmo de crescimento acelerado do paciente nos primeiros anos de vida (Wiedemann et al. 1983).

Desde então, outras anormalidades foram incluídas como parte desta síndrome e as mais freqüentes são: hemi-hipertrofia parcial ou completa; macrodactília; macrocrânio, assimetrias e exostoses; massa giriforme palmar ou plantar representando nevo ou lipoma de tecido conjuntivo; nevo epidérmico linear; tumores localizados em subcutâneo, formados por tecido vascular sangüíneo, linfático ou misto; crescimento longitudinal acentuado nos primeiros anos de vida; e deformidades de esqueleto como escoliose, hipertrofia e hiperostose óssea (Biesecker et al. 1999).

Algumas destas alterações também fazem parte de outras síndromes, tais como a Síndrome de Klippel-Trenaunay, Síndrome de Maffucci, neurofibromatose e outras, mas as anormalidades mesodérmicas, assimétricas distinguem a Síndrome de Proteus das demais. Ao nascimento, as lesões já estão se esboçando e é possível reconhecer a natureza polimórfica da síndrome. As alterações são graves; o paciente pode estar bastante deformado. O estigma acompanha os portadores desta síndrome e a sociabilidade pode ser comprometida desde a infância. O tratamento cirúrgico envolve a ressecção dos tumores de partes moles, amputação parcial das extremidades hipertrofias; todos os esforços devem ser feitos para minimizar o desconforto do paciente, melhorar a qualidade de vida e permitir-lhe a convivência social.


Mais aqui

http://www.google.com.br/search?hl=pt-BR&q=sindrome+de+proteus&btnG=Pesquisa+Google&meta=  (+ info)

SD Proteus?


Uma pessoa denominada Solange C, perguntou a 5 meses atrás informações sobre a síndrome de proteus. Tenho um filho que possue esta síndrome, conheço os detalhes, o meu interesse é em conhecer mais pessoas que possuem a síndrome. Se alguém puder me ajudar, meu e-mail: pauloalemachado@yahoo.com.br
----------

já te enviei um e-mail
aguardo contato  (+ info)

1  2  3  

Deixa uma mensagem ou imagem sobre "Infecções Por Proteus" (ou acessa o fórum):