FAQ - Hemangioma
(Powered by Yahoo! Answers)

Me ajudem. Hemangioma no Fígado?


Minha mãe fez um exame do abdomem e apareceu isso.
Fígado e baço regulares dimensões normais e perênquima homogêneo,exeto pela presença de nódulo hiperecogênico homogêneo medindo 3,0 x 1,9cm no lado direito do fígado. Nódulo hiperecogênico no fígado com aspecto ecográfico sugestivo de hemangioma
O que significa isso, é grave?
Me ajudem vamos levar de tarde no medico, mas estamos ansiosa
Desde já agradeço
----------

Nati, os hemangiomas são tumores constituídos por um monte de vasos de paredes finíssimas agrupados. A sua mãe deve ter feito a ultrassonografia por outro motivo e o hemangioma foi descoberto por acaso. Ele é mais comum em mulheres do que em homens. Há muitas pessoas que têm e que morrem em idade avançada e que nunca ficaram sabendo que tinham hemangioma, pois é um achado comum. O único perigo é a pessoa não sabendo, fazer uma punção para biópsias, por exemplo, em cima da lesão o que dá sangramento.
Para vc ver como não é grave, o médico não vai solicitar a sua remoção, exceto nos casos de hemangiomas enormes (ver no link abaixo, revista médica, em português)
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-69912008000300008

Há dados sugestivos de que o uso de anticoncepcionais orais possam estimular o seu crescimento (veja no link abaixo, em inglês)
http://emedicine.medscape.com/article/177106-overview

Nos casos de tumores enormes há a possibilidade de associação com quadro de Coagulação Intravascular Disseminada, porém são casos raríssimos.

Boa sorte.


Essas observações não substituem a visita regular ao seu médico.  (+ info)

O que é hemangioma ósseo? Causa dor? É perigoso?


anginoma ou hemangioma é uma proliferação vascular benigna que pode ser capilar ou cavernosa. O hemangioma vertebral geralmente é assintomático e descoberto incidentalmente, sendo relatada incidência de 11% em uma série de necropsias(1). Quando sintomático, a apresentação mais freqüente ocorre sob a forma de dorsalgia e, em alguns casos, pode estar associada a compressão radicular ou medular, causando déficits sensitivo e motor(2).

Na radiografia simples os hemangiomas caracterizam-se por apresentar trabeculados verticais paralelos nos corpos vertebrais. A tomografia computadorizada (TC) revela a presença de trabéculas espessas e áreas radiotransparentes, e a ressonância magnética (RM) apresenta sinais hiperintensos em T1 e T2(3).

A radioterapia pode ser utilizada no tratamento dos hemangiomas vertebrais de forma exclusiva ou associada à cirurgia. Há poucos relatos na literatura sobre a utilização de radioterapia exclusiva em hemangiomas vertebrais, e a revisão dessas publicações prévias demonstra a variabilidade de esquemas propostos em casos isolados ou pequenas séries(4-8).

Neste relato descrevemos a apresentação clínica e dos exames de imagem, e a utilização da radioterapia exclusiva em um caso de hemangioma vertebral, e complementamos com revisão da literatura.  (+ info)

Como se contrai hemangioma?


Hemangioma
Hemangioma.comHemangioma.com.br

Quem somos?
Síndromes
Hemangiomatosas
Glossário
Links
Hosp. do Câncer
AC Camargo
Fale conosco


O termo hemangioma é usado para denominar genericamente um grupo extenso de lesões vasculares que devem ser melhor chamados de tumores vasculares da infância ou angiodisplasias. Os tumores vasculares são os tumores mais freqüentes da infância com incidência de 3-5 para cada 100 nascimentos.
São lesões benignas que aparecem nos primeiros meses de vida e, em alguns casos, podem desaparecer até os 7-10 anos de idade. São extremamente variáveis na sua forma de apresentação clínica. A grande maioria é constituida de pequenas lesões vinhosas sem maior repercussão para a vida do paciente e são considerados pelos familiares como "manchas de nascença". Portanto este é o grupo de crianças, cerca de 85%, para os quais casos adotamos conduta expectante. Cerca de 15% dos tumores vasculares se comportam de maneira a requerer intervenção.

Classificação

As angiodisplasias ou tumores vasculares da infância podem ser divididas em grupos de lesões que apresentam a mesma história natural, aspecto ao exame fisico, histologia e evolução, de acordo com a classificação de Curado;

Hemangioma Plano Superficial
Profundo
Hemangioma Tumoral Fragiforme
Tuberoso
Cavernoso
Síndrome Hemangiomatosa Sindrome de Kasabach-Merrit
Síndrome de Klippel-Trenaunay
Síndrome de Sturge-Weber


Hemangioma Plano

São manchas vinhosas bem delimitadas localizadas na pele e mucosas, Hemangioma plano presentes desde o nascimento. Podem comprometer extensões variadas desde milimetros até grandes áreas na superfície corpórea. São considerados malformação do tecido vascular e representam um aumento na rede de capilares da derme. Nunca regridem e a partir da segunda década ocorre hipertrofia progressiva das regiões comprometidas com aparecimento de granulomas e nodulações em sua superfície.
Portanto devem ser tratados.

Diagnóstico diferencial: Os hemangiomas planos não devem ser confundidos com as manchas róseas freqüentes nos recem-nascidos, comprometendo principalmente pálpebras, glabela e nuca. Estas manchas desaparecem no primeiro ano de vida.

Tratamento: Atualmente a opção de tratamento para o hemangioma plano com melhor resultado estético é o raio laser. O "Flashlamp-Pumped Pulsed Dye Laser", cujo comprimento de onda coincide com o pico beta da oxihemoglobina é o único que tem a especificidade adequada para o tratamento dos hemangiomas planos da criança, sem causar seqüelas.

Hemangioma Tumoral

São os hemangiomas que apresentam volume.

Hemangioma Fragiforme e Tuberoso

Saõ lesões que apresentam comportamento peculiar. Ao nascimento apenas 40% das lesões são detectáveis como pequenas manchas vermelhas ou pequenas teleangiéctasias.
No primeiro mês de vida apresentam crescimento abrupto em volume e extensão tornando-se elevadas e sua textura lembra a do morango.
O crescimento abrupto é decorrente de verdadeira proliferação celular aonde encontramos: 1) proliferação de células endoteliais,
2) espessamento de membrana basal
e 3) aumento do número de mastócitos.
Estas alterações demonstram a acorrência de angiogênese. Este tipo de lesão é considerada como o hemangioma verdadeiro, tendo em vista que o sufixo -oma designa proliferação.
Os fragiformes se originam de um broto angiogênico e tem tendência circular. Situam-se no segmento cefálico em 80% dos casos. Os tuberosos se originam de vários brotos angiogênicos e podem atingir grandes extensões tornando-se uma ameaça à vida principalmente quando ocorre: obstrução de vias aéreas ou digestivas, obstrução de visão, massas grandes e deformantes, ulcerações de difícil controle e quando associados a plaquetopenia - Sindrome de Kasabach-Merritt.

Tratamento: Sofrem involução a partir do primeiro ano de vida, que se completa até os 7-10 anos. A conduta é expectante em 80% dos casos. As pequenas lesões fragiformes ou tuberosas podem ser ressecadas desde que a remoção não provoque seqüela estética ou funcional. Os hemangiomas tuberosos extensos devem ser abordados rapidamente com as seguintes opções terapeuticas:

1. corticoterapia e
2. interferon.

A corticoterapia em altas doses tem a propriedade de acelerar a cicatrização dos ferimentos, interromper o crescimento e corrigir a plaquetopenia. Porém esta ação efetiva só ocorre em 50 a 60% dos casos. O tempo de tratamento deve ser curto devido aos efeitos relacionados a múltipla ação deste glicocorticóide no organismo, levando a Sindrome de Cushing e alterações no crescimento do paciente. É necessário o acompanhamento do endocrinologista.

Nos casos de não resposta a corticoterapia a melhor opção é o tratamento sistêmico com interferon que tem ação comprovada sobre as células endoteliais. Seu uso prolongado promove diminuição progressiva da lesão, principalmente quando o tratamento é iniciado nos primeiros meses de vida durante a fase de proliferação endotelial. É um grande avanço no tratamento dos hemangiomas que ameaçam a vida. O tratamento com interferon deve ser seguido com monitorização clínico-laboratorial especializada.
Os hemangiomas fragiformes e tuberosos devem ser abordados para correção das seqüelas após a fase de involução, preferencialmente ainda na idade pré-escolar. Muitas vezes a extensão das lesões exige várias ressecções parceladas de tecido fibro-gorduroso e excesso de pele. O uso do corticóide ou do interferon tem proporcionado a indicação mais precoce da cirurgia reparadora.


Hemangioma Cavernoso

São tumores formados por ectasias venosas. Localizam-se mais profundamente na derme e também podem comprometer estruturas mais profundas como subcutâneo, músculos, ossos, etc. Podem ser vísiveis como ectasias ou como tumores arroxeados localizados mais profundamente nas partes moles. São malformações que estão presentes desde o nascimento geralmente de forma incipiente e se manifestam clinicamente de forma proporcional ao crescimento da criança ou sob alterações hormonais ou de pressão local. O diagnóstico pode ser clínico nas lesões mais superficiais. As lesões mais profundas vão exigir o auxílio da imagem para confirmação diagnóstica: ultrassonografia, mapeamento com hemácias marcadas, tomografia computadorizada, ressonância magnética ou arteriografia.

Tratamento:: Nunca involuem e portanto devem ser tratados. As pequenas lesões de face podem ser tratadas com escleroterapia. As lesões com componente arterial importante podem ser tratadas com embolização através da arteriografia superseletiva.
A cirurgia deve ser indicada somente quando não causar seqüelas funcionais ou estéticas, ou como uma última opção em circunstancias de crescimento progressivo ou lesões sangrantes. A embolização prévia pode auxiliar no controle do sangramento intra-operatório nas ressecções em locais de difícil acesso ou extensas.

Observação:
A radioterapia a princípio está contraindicada para o tratamento dos tumores vasculares da infância devido aos efeitos colaterais permanentes, já que contamos com melhores opções terapêuticas.  (+ info)

hemangioma e um tumor?


so existe no hemangioma tumor benigno ou tambem existe maligno?
----------

Amigo, hemangioma sempre é um tumor benigno. Nessa página você pode obter muita informação sobre o assunto.
http://www.hemangioma.com.br/
Boa sorte.  (+ info)

Quanto tempo demora para sumir um hemangioma em um recém nascido?


Tenho um irmãozinho de 3 meses que nasceu com um hemangioma no labio inferior... ja fomos a 3 especialistas e disseram que some até os 8 anos de idade e caso não suma , vai ser preciso fazer uma cirurgia. Porém já sangrou 7 vezes e tem umas feridas... O dermatologista disse que caso minha mãe faça a cirurgia, concerteza ele vai ficar com uma cicatriz... mas e se caso ela não faça? o hemangioma vai sumir naturalmente sem deixar cicatriz?

O hemangioma já tem uns 2,5 a 3 cm e parece que parou de crescer. Vocês acham que vai sumir até os 2 anos de idade sem deixar nenhuma cicatriz?
----------

PRIMEIRO LUGAR:NÃO FAÇA CIRURGIA!!!
NÃO APAVORE E DÊ GRAÇAS A DEUS DE NÃO SER DE 10 CM NA BOCHECHA,POR EXEMPLO.EU JÁ VI E É TRISTE...
ENFIM...

MINHA FILHA NASCEU COM ISSO NAS PÁLPEBRAS..
NOSSA,Q BEBEZINHO FEIO ELA FOI,VIU?RS...
SÉRIO AGORA:
SUMIU AOS POUCOS,NÃO PASSEI NADA,NUNCA MEXI...
HOJE ELA TEM QUASE 2 NOS E NÃO TEM NEM SINAL...

OBS:MAS O DELA NÃO TINHA RELEVO.ERA SÓ MANCHA.
SE NO SEU CASO HÁ UM RELEVO,AÍ SE PREPARA PRA GASTAR COM CIRURGIÃO PLÁSTICO...UMA FILHA DE UMA AMIGA MINHA GASTOU UMA GRANA ,MAS FICOU BOM.

ACHO Q VC DEVE SE ACALMAR E ESPERAR PELO MENOS 2 ANOS,DE BOA,SIM!
O DA MINHA FILHA ERA PAVOROSO E SUMIU.
RELAXA!
REZA!
E CICATRIZ,NA PIOR DAS HIPÓTESES,FICA FEIA SÓ NA PARTE DO OMBRO E BUSTO(LUGARES Q TEM TENDÊNCIA A DAR QUELÓIDE).

FICA DE BOA!
E EU Q TENHO QUELÓIDE?ISSO É CASO DE ENLOUQUECER...
FICA BEM..
BJUXXXX  (+ info)

tenho uma hemangioma?


genti eu tenho uma hemangioma sei la como se escreve e eu tenho trauma por causa dela ela é de mais ou menos um centimetro ela ela bem no meio da buxexa e é vermelha oq fazer me ajudem? tenho 13 anos e ela era bem maior quando eu era menor
----------

OI querida Bella, imagino oq vc está sentindo, pq já passei por isso e na verdade ainda passo.
Tbm tenho um hemangioma no rosto, só que o meu é bem grande, na metade do rosto.POr causa dele já sofri muito, e já chorei, me isolei do mundo, por vergonha, medo, insegurança, pq infelizmente em nosso mundo existem pessoas muito preconceituosas e más, que não ligam para os sentimentos dos outros.
Bom ,minha querida, vc ainda é muito novinha, para desanimar e pensar que é o fim, em que estado vc mora?Existe tratamento para retirada de hemangioma, o tratamento é a laser, se o seu hemangioma for superficial, facial plano.Mas se for de outro tipo, tbm existe tratamento.Se vc tiver condições financeiras, vá a uma clinica especializada, mas se ão tiver como pagar e se estiver em SP, por exemplo, aqui tem o tratamento gratuito na unicamp.Mas aí vc tem que ir no posto de saude, pedir encaminhamento para o dermatologista da sua cidade e esse medico então, encaminha vc para a unicamp, demora um pouquinho,pq tem muita gente, mas vale apena.
Ah.......não se desespere, tem muita gente que tem tbm e que passa pelo mesmo que vc, então se quiser saber um pouco mais sobre o assunto, entra no site da abraphel:www.abraphel.org.br ou no nosso cantinho lá no ning: www.abraphel.ning.com, lá vc conhece e pode conversar com bastante gente que passa pelo mesmo que vc.Ah, eu estou lá, se entrar, entra na minha pagina, meu nome é Michele, espero ter ajudado....BJinhos  (+ info)

O que é hemangioma, como tratar?


No resultado da ressonância magnética da coluna resultou em hérnias de disco e hemangioma na coluna vertebral, próximo do cócix.
----------

hemangioma é usado para denominar genericamente um grupo extenso de lesões vasculares que devem ser melhor chamados de tumores vasculares da infância ou angiodisplasias. Os tumores vasculares são os tumores mais freqüentes da infância com incidência de 3-5 para cada 100 nascimentos.
São lesões benignas que aparecem nos primeiros meses de vida e, em alguns casos, podem desaparecer até os 7-10 anos de idade. São extremamente variáveis na sua forma de apresentação clínica. A grande maioria é constituida de pequenas lesões vinhosas sem maior repercussão para a vida do paciente e são considerados pelos familiares como "manchas de nascença". Portanto este é o grupo de crianças, cerca de 85%, para os quais casos adotamos conduta expectante. Cerca de 15% dos tumores vasculares se comportam de maneira a requerer intervenção.




--------------------------------------------------------------------------------
Classificação
--------------------------------------------------------------------------------

As angiodisplasias ou tumores vasculares da infância podem ser divididas em grupos de lesões que apresentam a mesma história natural, aspecto ao exame fisico, histologia e evolução, de acordo com a classificação de Curado;



Hemangioma Plano Superficial
Profundo
Hemangioma Tumoral Fragiforme
Tuberoso
Cavernoso
Síndrome Hemangiomatosa Sindrome de Kasabach-Merrit
Síndrome de Klippel-Trenaunay
Síndrome de Sturge-Weber





--------------------------------------------------------------------------------
Hemangioma Plano
--------------------------------------------------------------------------------

São manchas vinhosas bem delimitadas localizadas na pele e mucosas, presentes desde o nascimento. Podem comprometer extensões variadas desde milimetros até grandes áreas na superfície corpórea. São considerados malformação do tecido vascular e representam um aumento na rede de capilares da derme. Nunca regridem e a partir da segunda década ocorre hipertrofia progressiva das regiões comprometidas com aparecimento de granulomas e nodulações em sua superfície.
Portanto devem ser tratados.

Diagnóstico diferencial: Os hemangiomas planos não devem ser confundidos com as manchas róseas freqüentes nos recem-nascidos, comprometendo principalmente pálpebras, glabela e nuca. Estas manchas desaparecem no primeiro ano de vida.

Tratamento: Atualmente a opção de tratamento para o hemangioma plano com melhor resultado estético é o raio laser. O "Flashlamp-Pumped Pulsed Dye Laser", cujo comprimento de onda coincide com o pico beta da oxihemoglobina é o único que tem a especificidade adequada para o tratamento dos hemangiomas planos da criança, sem causar seqüelas.




--------------------------------------------------------------------------------
Hemangioma Tumoral
--------------------------------------------------------------------------------

São os hemangiomas que apresentam volume.




--------------------------------------------------------------------------------
Hemangioma Fragiforme e Tuberoso
--------------------------------------------------------------------------------

Saõ lesões que apresentam comportamento peculiar. Ao nascimento apenas 40% das lesões são detectáveis como pequenas manchas vermelhas ou pequenas teleangiéctasias.
No primeiro mês de vida apresentam crescimento abrupto em volume e extensão tornando-se elevadas e sua textura lembra a do morango.
O crescimento abrupto é decorrente de verdadeira proliferação celular aonde encontramos: 1) proliferação de células endoteliais,
2) espessamento de membrana basal
e 3) aumento do número de mastócitos.
Estas alterações demonstram a acorrência de angiogênese. Este tipo de lesão é considerada como o hemangioma verdadeiro, tendo em vista que o sufixo -oma designa proliferação.
Os fragiformes se originam de um broto angiogênico e tem tendência circular. Situam-se no segmento cefálico em 80% dos casos. Os tuberosos se originam de vários brotos angiogênicos e podem atingir grandes extensões tornando-se uma ameaça à vida principalmente quando ocorre: obstrução de vias aéreas ou digestivas, obstrução de visão, massas grandes e deformantes, ulcerações de difícil controle e quando associados a plaquetopenia - Sindrome de Kasabach-Merritt.

Tratamento: Sofrem involução a partir do primeiro ano de vida, que se completa até os 7-10 anos. A conduta é expectante em 80% dos casos. As pequenas lesões fragiformes ou tuberosas podem ser ressecadas desde que a remoção não provoque seqüela estética ou funcional. Os hemangiomas tuberosos extensos devem ser abordados rapidamente com as seguintes opções terapeuticas:


corticoterapia e
interferon.
A corticoterapia em altas doses tem a propriedade de acelerar a cicatrização dos ferimentos, interromper o crescimento e corrigir a plaquetopenia. Porém esta ação efetiva só ocorre em 50 a 60% dos casos. O tempo de tratamento deve ser curto devido aos efeitos relacionados a múltipla ação deste glicocorticóide no organismo, levando a Sindrome de Cushing e alterações no crescimento do paciente. É necessário o acompanhamento do endocrinologista.

Nos casos de não resposta a corticoterapia a melhor opção é o tratamento sistêmico com interferon que tem ação comprovada sobre as células endoteliais. Seu uso prolongado promove diminuição progressiva da lesão, principalmente quando o tratamento é iniciado nos primeiros meses de vida durante a fase de proliferação endotelial. É um grande avanço no tratamento dos hemangiomas que ameaçam a vida. O tratamento com interferon deve ser seguido com monitorização clínico-laboratorial especializada.
Os hemangiomas fragiformes e tuberosos devem ser abordados para correção das seqüelas após a fase de involução, preferencialmente ainda na idade pré-escolar. Muitas vezes a extensão das lesões exige várias ressecções parceladas de tecido fibro-gorduroso e excesso de pele. O uso do corticóide ou do interferon tem proporcionado a indicação mais precoce da cirurgia reparadora.





--------------------------------------------------------------------------------
Hemangioma Cavernoso
--------------------------------------------------------------------------------

São tumores formados por ectasias venosas. Localizam-se mais profundamente na derme e também podem comprometer estruturas mais profundas como subcutâneo, músculos, ossos, etc. Podem ser vísiveis como ectasias ou como tumores arroxeados localizados mais profundamente nas partes moles. São malformações que estão presentes desde o nascimento geralmente de forma incipiente e se manifestam clinicamente de forma proporcional ao crescimento da criança ou sob alterações hormonais ou de pressão local. O diagnóstico pode ser clínico nas lesões mais superficiais. As lesões mais profundas vão exigir o auxílio da imagem para confirmação diagnóstica: ultrassonografia, mapeamento com hemácias marcadas, tomografia computadorizada, ressonância magnética ou arteriografia.

Tratamento:: Nunca involuem e portanto devem ser tratados. As pequenas lesões de face podem ser tratadas com escleroterapia. As lesões com componente arterial importante podem ser tratadas com embolização através da arteriografia superseletiva.
A cirurgia deve ser indicada somente quando não causar seqüelas funcionais ou estéticas, ou como uma última opção em circunstancias de crescimento progressivo ou lesões sangrantes. A embolização prévia pode auxiliar no controle do sangramento intra-operatório nas ressecções em locais de difícil acesso ou extensas.

Observação:
A radioterapia a princípio está contraindicada para o tratamento dos tumores vasculares da infância devido aos efeitos colaterais permanentes, já que contamos com melhores opções terapêuticas.


ok  (+ info)

hemangioma na coluna lombar?


tem que tratar viu... tome cuidado...
bl  (+ info)

analgesico para hemangioma em l4?


estou com dores muito fortes na região lombar ,e o exame de ressonancia magnetica constatou que estou com uma pequena lesão em l4,estou aguardando a proxima consulta e nesse meio tempo,gostaria de saber se alguem pode me indicar um analgesico que seja eficaz para eliminar essas dores ;desde já agradeço
----------

Amigo poderia te indicarum medicamento, muito eficaz para alivio desta dor que pelo geito e lesao , e nao hernia de disco, nao entendi muito bem, se quizer pode me mandar um e-mail que responderei melhor, um abraço e bom domingo.  (+ info)

Quais os problemas que podem ocasionar uma "Hemangioma" dentro de uma vértebra?


Apalpando minha vértebra sinto pouquíssima dor mas sinto. Fiz uma ressonância magnética e foi detectada uma "hemangioma" na vértebra T4. Sinceramente, os médicos que passei não me convenceram sobre isso e gostaria se possível, que alguém pudesse me explicar um pouco melhor sobre isso.
grato!!!
----------

Aqui vai a dica: http://www.saudetotal.com/default.asp !•  (+ info)

1  2  3  4  5  

Deixa uma mensagem ou imagem sobre "Hemangioma" (ou acessa o fórum):



Não avalia ou garante a precisão de qualquer conteúdo deste site. Clique aqui para ler o termo de responsabilidade.

Última atualização: Setembro 2014
Estatísticas