http://lookfordiagnosis.com
English
Spanish
Italian
Portuguese
French
Swedish

FAQ - Hérnia Hiatal
(Powered by Yahoo! Answers)

Medicação de Hérnia de Hiatal?


Olá pessoal a um tempo atrás fiz uma endoscopia pois não aguentava mais a queimação e azia que sentia. A conclusão foi ESOFAGITE EROSIVA DISTAL, GRAU I DE SAVARY- MILLER.
PEQUENA HÉRNIA DE HIATAL, e esta com cerca de 2,5CM.
A médica que eu faço tratamento me mandou para um cirurgião e ele me disse que terei que tomar o Omeprazol pela vida toda isso é necessário ou tenho que partir para uma cirurgia.
----------

o cirurgiao so vai avaliar que tipo de hernia bem como tamanho é e se tem indicaçao de cirurgia,se o tratamento clinico resolverá ou nao
A medicaçao é a mesma do refluxo(procinetico como motilium ou metoclopramida ou bromoprida; e inib de bomba de proton= omeprazol ou pantoprazo,em doses mais alta ja que tem esofagitel )
é so avaliaçao ,isso nao quer dizer que será necessariamente operado ok?  (+ info)

ENDOSCOPIA DEU: ESOFAGITE NÃO EROSIVA, PEQUENA HÉRNIA HIATAL; PANGASTRITE ENANTEMOSA LEVE.?


Minha dúvida é: esses resultados são relativamente comuns? São de tratamento fácil? O médico fez biópsia anátomo-patológica. É de praxe fazer biópsia ou só quando o médico nota algo sério?
----------

Sim, são problemas comuns e de fácil tratamento, O exame histopatológico é feito para o diagnóstico do H. Pylori.  (+ info)

fui operada de hérnia hiatal há 5 anos,mas faz 3 anos seguidos que tenho tosse seca,mas eu não tenho refluxo.?


Tuberculose
va a um medico e procure saber! Se nao tu vai morre homi ou mulher como preferir


"(Fui OPERADA)" kkkkkkkkkkkkk  (+ info)

Estou com cálculos na vesícula, hérnia hiatal e esofagite grau B de L.A. Há relação entre as 3?


Qual seria o melhor tratamento médico?
----------

Olá!
Não é possível determinar a relação entre as três manifestações sem saber do seu peso e do tipo de cálculos que tem na sua vesícula. A hernia hiatal e a esofagite grau B de Los Angeles estão relacionadas, ou podem estar relacionadas. Se você estiver acima do peso ou tiver colesterol alto, é possível que haja uma correlação também dos cálculos. O sobrepeso aumenta a chance de se formarem cálculos de colesterol e do paciente desenvolver hernia hiatal. A esofagite pode ser consequencia da hernia, que muitas vezes também causa refluxo.
Não se preocupe! Nada é grave, mas deve ser tratado antes de complicar.
Boa sorte!!  (+ info)

O que seria uma hérnia hiatal?


Silvana,
A resposta da Einny está ótima. A definição de hérnia está legal. Só tem um probleminha Einny, que vou complementar.
Essa explicação de que tem um músculo do esfíncter, isso não existe. Por estudos manométricos sabemos que existe uma função de esfincter nessa região, porém anatomicamente e histologicamente não há um esfincter (os histologistas todos já esmiuçaram essa região e não encontraram nada). O que existe é uma série de estruturas que não vem ao caso comentar aqui, pois vai ficar muito abstrato para quem não é da área, que são importantes nessa função de contenção do conteúdo gástrico no estômago.

Tacto comentou que a hérnia deve ser removida por cirurgia. Uma hérnia não é removida. A expressão correta é "ela é corrigida", pq em geral numa hérnia não há o que tirar a não ser que a hérnia tenha causado a necrose (morte) de um tecido como é comum nas hérnias inguinais (necrose de intestino).

Ah! sim. Por que chama hiatal? Pq o buraco no diafragma, por onde está passando uma parte do estômago se chama "hiato" (hiato diaframático).

Há dois tipos básicos de hérnias hiatais. Uma delas, Silvana, é mais fácil de explicar (chamada de hérnia por deslizamento). É o seguinte. Imagine que uma pessoa tenha o esôfago curto, de tal forma que o estômago começou antes de chegar no diafragma (no hiato). Então há uma parte do estômago que está no tórax e o restante no abdômen. Veja aí, Tato, não há o que tirar. É necessário posicionar as estruturas em local que seja o mais adequado para funcionar bem.

Abraços.  (+ info)

o que é hérnia hiatal paraesofágica?


o que é:
Numa hérnia do hiato por deslizamento, a ligação entre o esófago e o estômago e também uma porção deste, que normalmente estão por baixo do diafragma, protraem para cima dele.

Numa hérnia do hiato paraesofágica, a ligação entre o esófago e o estômago está na sua posição normal por baixo do diafragma, mas uma porção do estômago é empurrada para cima até atravessar o diafragma e situar-se ao lado do esófago.

A causa da hérnia do hiato é normalmente desconhecida. Pode tratar-se duma deficiência congénita ou ser consequência duma lesão.


Sintomas

Mais de 40 % das pessoas tem uma hérnia do hiato por deslizamento, mas a maioria não tem sintomas e quando estes existem costumam ser de pouca importância.

Uma hérnia do hiato paraesofágica normalmente não causa sintomas. No entanto, pode ficar presa ou comprimida pelo diafragma e não lhe chegar sangue suficiente. Trata-se então dum problema


Tratamento

A cirurgia, que pode ser feita por laparoscopia, só é indicada para casos mais graves, uma vez que a hérnia de hiato costuma responder bem ao tratamento clínico. O médico pode prescrever antiácidos que ajudam a controlar os sintomas.

Em casos excepcionais, em ambos os tipos de hérnia do hiato pode ocorrer uma hemorragia microscópica ou maciça do revestimento da hérnia

para facilita pra vc eu achei nesse site:http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/hernias/hernia-de-hiato1.php  (+ info)

o que é hérnia hiatal por deslizamento? E gastrite de antro emantematosa moderada?


HÉRNIA HIATAL
Hérnia Hiatal é uma das condições mal interpretadas e acusadas equivocadamente. Muitas pessoas queixam-se de sua hérnia como responsável por muitos sintomas que não são provocados pela hérnia. Pacientes com hérnia precisam entender o que é e como pode ocorrer. As pessoas com hérnia hiatal necessitam saber ser este um problema freqüente com necessidade de orientação médica adequada.

ANATOMIA
O diafragma é uma capa muscular separando o tórax do abdome, Quando a pessoa respira profundamente o diafragma que é em forma de uma cúpula, contrai-se, tornando-se plano. Assim o diafragma puxa o ar para dentro do pulmão. À esquerda do diafragma contém um pequeno orifício pelo qual passa o esôfago. Normalmente este orifício é pequeno e o esôfago está fixado nele por vários ligamentos. O estômago situa-se abaixo do diafragma.

QUAL É A CAUSA DA HÉRNIA HIATAL?
Em algumas pessoas, o hiato ou orifício do diafragma enfraquece e aumenta seu diâmetro. Não é conhecido porque isto ocorre. Pode ser devido à hereditariedade, obesidade, exercícios como levantamento de peso, ou muito esforço para evacuar. Independente da causa, uma porção do estômago hernia ou move-se para cima, para dentro da cavidade torácica através do orifício dilatado. Uma hérnia hiatal é agora presente. As hérnias hiatais são muito freqüentes, ocorrendo em torno de 60% das pessoas com mais de 60 anos.

QUAIS SÃO OS TIPOS DE HÉRNIA HIATAL?
1- Hérnia de Deslizamento - É o tipo mais comum de hérnia hiatal, a porção herniada do estômago desliza para cima do diafragma. Estas hérnias normalmente são pequenas e usualmente não causam problemas ou sintomas.

2- Hérnia Hiatal Fixa - Neste caso a parte superior do estômago está fixada no tórax. Mesmo com esta hérnia pode haver poucos sintomas. Entretanto, o potencial de problemas no esôfago é aumentado.

3- Hérnia Hiatal Complicada - Felizmente este tipo de hérnia é incomum. Inclui uma variedade de herniação do estômago, o estômago aloja-se totalmente no tórax. Há uma alta probabilidade que problemas médicos ocorrem e o tratamento freqüentemente envolve cirurgia.

SINTOMAS
Em muitos pacientes, a hérnia hiatal não causa sintomas, isto é especialmente verdadeiro para as hérnias de desligamento. Quando os sintomas ocorrem, pode ser a azia e/ou regurgitação, quando há refluxo ácido do estômago para dentro do esôfago. Alguns pacientes com hérnia hiatal fixa têm crônico refluxo ácido para o esôfago podendo causar dano e mesmo hemorragia. A anemia, ou baixa contagem de células no exame de sangue pode acontecer numa fase posterior à inflamação crônica na parte inferior do esôfago, pode produzir uma cicatrização e um estreitamento dessa área. Nesta fase a deglutição é difícil pela obstrução da passagem do alimento.
HÉRNIA HIATAL CAUSA DOR E INDIGESTÃO?
É equivocado acusar a hérnia hiatal de dor e indigestão. A hérnia hiatal geralmente não causa dor aguda. Este sintoma pode resultar de outra desordem, como úlcera péptica ou doenças cardíacas. Alguns pacientes com dor das coronárias(coração) acreditam ser a causa do desconforto, a presença da hérnia hiatal já diagnosticada. Quando há dor na parte superior do abdome ou mesmo indigestão, a pessoa não deve enganar-se e atribuir sua queixa a uma hérnia hiatal, ao contrário, o paciente deve fazer uma consulta.

DIAGNÓSTICO
O diagnóstico de uma hérnia hiatal pode ser feito por um Raio X constratado de esôfago e pela endoscopia.

QUAIS SÃO AS COMPLICAÇÕES?
Azia crônica e inflamação na parte inferior do esôfago, chamada esofagite de refluxo; anemia devido à hemorragia crônica na porção inferior do esôfago; cicatrização e estreitamento da parte inferior do esôfago causando dificuldade na deglutição; enquanto dormindo, secreção gástrica pode refluir para o esôfago e para dentro do pulmão causando tosse crônica, asma bronquica, ou mesmo pneumonia.

TRATAMENTO
O tratamento é necessário quando a azia for constante ou dificuldade de deglutição. A esofagite e a ulceração da parte inferior o esôfago também necessitam de tratamento. O tratamento pode ser clínico ou dependendo da situação a opção cirúrgica é preferível.

MEDIDAS GERAIS
1- Comer menos e distribuir alimentação ao longo do dia;

2- Evitar comer ou beber 2 horas antes de ir dormir;

3- Eliminar fatores que aumentam a pressão intra-abdominal: cintas e roupas apertadas, ou mesmo exercícios abdominais;

4- Se for obeso, perder peso, a obesidade causa refluxo;

5- Eliminar ou reduzir significativamente cigarros, álcool, alimentos gordurosos, café e chocolate/

6- Elevar a cabeceira da cama em mais ou menos 15 graus, para gravidade ajudar a evitar o refluxo gastresofágico durante o sono;

OUTROS TRATAMENTOS
Drogas: Alguns comprimidos reduzem a secreção ácida do estômago, enquanto outros aumentam a força da parte inferior do esôfago, reduzindo o refluxo ácido.
Cirurgia: A mera presença da hérnia hiatal não é razão para cirurgia, mas a presença de esofagite, phmetria com parâmetros alterados, e a ineficiência medicamentosa.

RESUMO
A hérnia hiatal é extremamente comum e nem sempre causa sintomas ou problemas. Entretanto, quando há problemas pode ser tratado efetivamente com medicamentos ou mesmo com cirurgia.





O paciente, de 26 anos, foi admitido ao hospital queixando-se de dor abdominal em cólica, náuseas, vômitos e diarréia deinício havia nove dias. Ele vinha sendo tratado com prednisona(80mg/dia), nos últimos dois meses, com o diagnóstico demielorradiculopatia esquistossomótica e omeprazol paraproteção gástrica. Ele havia recebido, ainda, ivermectina (12 mg,em dose única) para o tratamento de estrongiloidíase antes deiniciar a prednisona. Após a admissão hospitalar, o quadroclínico piorou rapidamente, com vômitos persistentes,desidratação, hiponatremia (115mEq/L), hipoalbuminemia(0,9g/dl) e íleo paralítico. Diagnosticou-se infecção urinária,causada pela Escherichia coli, que foi tratada com ciprofloxacina.Iniciou-se nutrição parenteral 15 dias após a internação. O trânsitointestinal evidenciou dilatação do estômago e estenose das luzesdo duodeno e jejuno. (Figura A – seta). A endoscopia digestivaalta revelou gastrite enantematosa moderada, e, no antro eduodeno, a presença de mucosa friável, sangrante, edematosa ecom placas elevadas e esbranquiçadas (Figura B). Os fragmentosde esôfago, estômago e duodeno, obtidos por biópsias, foramencaminhados para exame histológico. Descreveu-se no estômagoa presença de larvas de Strongyloides (Figura C – a seta apontauma larva de Strongyloides), envolvidas em processo inflamatóriocontendo eosinófilos. O paciente foi tratado com ivermectina(12mg, em dose única), seguido de albendazol (400mg/dia) por10 dias e houve melhora marcante ao longo dos próximos oitodias. Dois meses mais tarde, em ambulatório, ele sentia-se bem.As larvas de Strongyloides ainda foram encontradas nas fezes.Ele recebeu albendazol (400mg/dia) por 30 dias e permaneceassintomático.  (+ info)

Uma pessoa que tem Hérnia de Hiato pode fazer abdominais e/ou outros exercícios?


AMIGOS, GOSTARIA DE SABER DUAS COISAS!
1ª : SE QUEM TEM HÉRNIA HIATAL PODE FAZER EXERCÍCIOS ABDOMINAIS.. SE ELA PODE ROMPER ( NÃO SEI QUE TERMO SE USA )!

2ª : A HÉRNIA HIATAL PODE CAUSAR CANÇASSO?? EU JA FIZ EXAMES DO CORAÇÃO COMO O ECOCARDIOGRAMA, ERGOMÉTRICO E ELETROCARDIOGRAMA E NENHUM APRESENTOU PROBLEMAS.. MAS EU SINTO MUITO CANÇASSO, AS VEZES ANDO UM POUCO E JA PASSO MAL, PAREI DE JOGAR BOLA POIS UMA VEZ QUASE DESMAIEI DE CANÇASSO, EU APENAS SENTIA MEU ESTÔMAGO PESAR E UMA TERRIVEL SENSAÇÃO! SERÁ QUE ISSO PODE SER DA HÉRNIA?? ESPERO UMA RESPOSTA URGENTE! OBS: SÓ CITEM SE TIVEREM ABSOLUTA CERTEZA!! MUITO OBRIGADO!!!
----------

É bom fazer alongamentos, exercicios pesados como musculação não é indicado.  (+ info)

como é a operação de hernia hiatal e como é a recuperação dessa cirurgia?


porque estou preocupada
----------

No caso de hérnia hiatal também se faz a correção deste defeito. Gastrectomia .
www.gastronet.com.br/estocir.htm
Operação de vesícula. Ultrassonografia de vesícula e vias ... Refluxo gastroesofágico (hérnia hiatal). Esofagogastroscopia. Esofagomanometria.
www.ronet.com.br/neumar/cirurgeral.html -  (+ info)

Hernia Hiatal de Pequenas Dimensões compatível com ´´cardia incompentente´´ Gastrite Enantemática Leve ?


obs. Edema em aritenoides....

O que eu tenho, tem cura? O que devo fazer???
----------

o que vc tem, segundo o laudo da endoscopia é uma disfunção do cárdia, válvula na entrada do estômago, e uma leve gastrite, tudo tratável com medicamentos e dieta. boa sorte.  (+ info)

1  2  3  4  5  

Deixa uma mensagem ou imagem sobre "Hérnia Hiatal" (ou acessa o fórum):