FAQ - Colite Colagenosa
(Powered by Yahoo! Answers)

quais os remedios usado no tratamento da colite cronica?


será que é muito caro,tenho que tomar diariamente,ou quando só estiver em crise?
----------

Minha mãe e eu sofremos de retocolite, mas a intensidade da crise e sintomas nunca foram os mesmos. O tratamento pode variar, mas é certo que para estabilizar a doença é preciso fazer uso de remédios de uso contínuo. Eu, por exemplo, só saí da crise graças ao uso de imunossupressor (Imuran) e mesalazina (Mesacol). Se parar com os medicamentos, eu entrarei em crise de novo. Já minha mãe, além do Imuran, toma sulfassalazina. São remédios caros, principalmente o Mesacol, pois dependendo da intensidade da crise, é preciso tomar várias caixas por mês. Minha mãe e eu conseguimos pelo SUS. Há outro medicamento, que é caríssimo, indicado caso esses medicamentos que citei não forcem a remissão.
Você já conversou com o seu medico sobre essas questões.
Se quiser mais detalhes, pode me enviar um e-mail.
Boa sorte!  (+ info)

quem tem colite ulcerativa precisa seguir alguma dieta?


gostaria de ter uma alimentacao mais apropriada pra esse tipo de doença.
----------

Deve seguir orientação médica ,ele prescreverá exames e remédios.  (+ info)

O que seria colite de nível leve? Quais o sintomas? Qual o tratamento?


Inflamação do intestino grosso (cólon).

Os sintomas podem ser dor abdominal, diarréia, desidratação, distensão abdominal e aumento de gases intestinais.

A colite pode ser causada por uma doença primária, irritação do intestino, uso de antibióticos ou ulceração.

Para saber mais clique em http://adam.sertaoggi.com.br/encyclopedia/ency/article/001125.htm  (+ info)

sobre colite crônica não especificada ou retocolite?


eu sinto dores abdominais e as minhas fezes são brancas e as vezes escuras pastosas e tenho diarréias e meu abdômen esta muito inchado e está sempre dolorido o diagnostico foi de colite crônica não especificada fui ao gastro ,fiz colono e deu este resultado mas o médico diz que é recolite e tenho problemas no esfíncter está parcialmente obstruído seria por causa da colite ou retocolite que a bexiga estaria assim, e quero saber se teria um remédio para a dor pois tomei toragesic e não funcionou?
por favor qual é o melhor remedio pois buscopam e toragesic não resolve, me ajudem, por favor
me respondam por favor?
----------

Fezes brancas( acolia fecal) podem indicar doenças do fígado ou das vias biliates . Problemas de má-absorção intestinal além de acarretar distensão ,dor abdominal e diarréia, também /pâncreas podem produzir acolia fecal pela má-reabsorção de sais biliares. Este achado colonoscópico é totamente inespecífico e não fecha o diagnóstico de retocolite ulcerativa. Esfíncter parcialmente obstruído é um diagnóstico/termo incorreto. O melhor remédio seria ouvir outras opiniões como a de um coloproctologista o mais rápido possível. Recomendo que vc realize uma endoscopia digestiva alta com biópsia da 2a. porçãoo do duodeno, exames de fezes incluindo parasitológico, pH fecal, pesquisa de gordura fecal, coprocultura, etc.. e exames de sangue que possam diagnosticar uma má-absorção intestinal e alterações hepáticas e nas vias biliares.Boa sorte!  (+ info)

Alquem sabe me explicar sobre colite?


Fiz uma colonoscopia e o resultado foi uma colite crônica, alguém sabe me explicar o que? Qual o tratamento? O tratamento é muito longo? E qual a possibilidade de se tornar um tumor (porque já teve dois casos de cancer de intestino em minha familia)?
----------

RETOCOLITE ULCERATIVA INESPECÍFICA (RCUI)

Sinônimos:

Colite Ulcerativa

O que é?

A Retocolite Ulcerativa (RCUI) junto com a doença de Crohn faz parte das chamadas Doenças Inflamatórias Intestinais (DII), sendo uma inflamação da mucosa (camada de células que forra a superfície interna do intestino grosso), muitas vezes acompanhada de úlceras.

Perto da metade dos pacientes tem a doença restrita às porções terminais do intestino, que são o sigmóide e o reto. Em 20% dos casos a RCUI atinge toda a extensão do intestino grosso, enquanto que nos demais há inflamação segmentar no cólon ascendente, transverso ou descendente.

Como se desenvolve?

Não se conhece a causa da Retocolite Ulcerativa Inespecífica. Também é desconhecido o motivo da doença desenvolver-se em determinado momento da vida.

Sabe-se, no entanto, que fatores genéticos e do sistema imune (onde estão os mecanismos de defesa natural) estão envolvidos.

É provável que fatores ambientais ainda não determinados ativem inapropriadamente o sistema imune de pessoas geneticamente suscetíveis, causando dano aos seus próprios intestinos, fenômeno conhecido como de auto-imunidade.

O que se sente?

A principal manifestação é diarréia com sangue. Conforme a gravidade da doença, o número de evacuações varia de menos de 5 episódios diários até 10 ou 20 e o volume de sangue pode ser variável, causando ou não sintomas pela conseqüente anemia.

A consistência das fezes varia de completamente líquidas até parcialmente formadas.

Pode ocorrer febre, mal-estar geral, fraqueza, cólicas e dores abdominais difusas. Junto às fezes pode ser observada a presença de muco - uma espécie de catarro gelatinoso - e pus, caracterizando uma diarréia chamada de disenteria. Necessidade imediata ou urgência de evacuar, perda do controle esfincteriano (incontinência) e dor evacuatória também ocorrem devido à inflamação do reto.

Quando a doença é intensa, podem ocorrer anemia, perda de peso, edema (inchaço) nos pés e pernas, desnutrição e desidratação.

Casos ditos fulminantes (2 a 4%) podem complicar-se por uma dilatação gasosa aguda e irreversível - o Megacólon Tóxico - com possibilidade de perfuração seguida de infecção abdominal extensa, acompanhada de insuficiência circulatória e respiratória, com alto risco de óbito.

A Retocolite Ulcerativa Inespecífica (RCUI) é acompanhada, em um quarto dos casos, por manifestações extra-intestinais, numa repercussão de mecanismo também desconhecido.

Podem ocorrer dor e inflamação nas juntas (artrites), alterações da pele (Eritema Nodoso, Pioderma Gangrenoso), inflamações oculares, inflamação e endurecimento dos canais biliares (Colangite Esclerosante), tromboses e embolias (obstruções) dos vasos sangüíneos.

Como o médico faz o diagnóstico?

As referências do paciente com Retocolite Ulcerativa Inespecífica são, por si só, bastante sugestivas de uma inflamação do intestino grosso, incluindo o reto.

Porém, os sintomas não permitem a diferenciação entre as diversas causas de colite, o que pode ser feito através dos exames de fezes, que detectam agentes infecciosos, e das endoscopias que permitem observar lesões e secreções indicadoras de inflamação intestinal. Além disso, através da endoscopia é possível obter fragmentos da mucosa intestinal (biópsias) para análise laboratorial e microscópica. Esse exame é realizado em momento oportuno e, muitas vezes, sob uma leve sedação para evitar dor ou desconforto.

Usualmente são realizados exames gerais de sangue, urina e fezes para avaliar o possível envolvimento dos demais órgãos pela doença intestinal, incluindo anemia e desnutrição. Um Raio-X simples de abdômen é realizado para identificação de possível dilatação exagerada do intestino, complicação que merece especial atenção.

Não há exames que confirmem ou afastem totalmente a Retocolite Ulcerativa Inespecífica como diagnóstico. Recentemente, estão ao nosso alcance o "pANCA" e o "ASCA", no sangue, que auxiliam também na diferenciação entre RCUI e Doença de Crohn. Portanto, havendo dados da história compatíveis e exames bastante sugestivos para tal, excluídas outras causas de colite, adota-se o diagnóstico de Retocolite Ulcerativa Inespecífica.

Como se trata?

Os sintomas agudos da doença com localização predominante no reto - puxos ou tenesmo, acompanhando a diarréia - são controláveis com medicamentos por via retal.

Aparentemente mais desconfortável, na impressão de alguns pacientes, essa via tem a grande vantagem de agir diretamente no local mais doente, evitando os efeitos colaterais das drogas quando usadas por via oral, como os corticóides e a mesalamina. Pacientes com doença que se estende pelos cólons ascendente, transverso e descendente necessitam de tratamento ministrado por via oral ou parenteral.

São considerados mais graves e com necessidade de hospitalização os doentes que, além das evidências básicas, mostram anemia acentuada, os desidratados, aqueles cujos níveis da pres  (+ info)

que procedimento é feito nesse caso de colite crônica leve?


quatro fragmentos irregulares de tecidos cinzentos elásticos e brilhantes medindo o maior 0,1 cm
----------

num sei  (+ info)

TENHO COLITE, E ESTOU FAZENDO TRATAMENTO. MAS ESTOU TENDO SECREÇÕES SEM AO MENOS IR AO BANHEIRO.?


SECREÇÃO (PUS E SANGUE) PODE SER DA COLITE?
----------

É muito provável que sim. Se vc está em tratamento, não se preocupe. Pode ser que ainda não tenha dado tempo de os remédios fazerem efeito. Procure novamente seu médico se acha que a quantidade de secreção está aumentando ou se a diarréia não melhora.  (+ info)

qual alimentação adequada para cura ou melhora de quem tem colite ,ileíte,com,hemorroídas e fissuras .?


Olá Marcia!

As questões intestinais são causadas por intercorrências físicas e emocionais. Isso quer dizer que o tratamento apenas dos sintomas não basta.

No campo dos fatores físicos, ou seja, causados pelo contato do organismo com elementos irritantes ou patogênicos, podemos destacar a alimentação, a quimioterapia, entre outros.

Na alimentação, sabe-se que os corantes, realçadores de sabor e muitos conservantes conservantes são altamente irritantes das mucosas. Certas plantas medicinais também provoca o problema, especialmente quando de uso indiscriminado. É o caso da sene e da cáscara sagrada, por exemplo. Baixo consumo de fibras também influencia. Acidificantes como leite, amidos refinados e sacarose podem contribuir. Refrigerantes e sua composição cáustica idem. O álcool. O glútem. Finalmente, o baixo consumo de água, que talvez seja o maior responsável pelos problemas ligados ao trato intestinal/retal/anal.

A quimioterapia, se inevitável, assim como todo tipo de antibióticoterapia, terapias medicamentosas que utilizem ati-inflamatórios, anti-ácidos, etc. também são fatores.

Há muitas formas de se estabelecer uma dieta saudável, desintoxicante e que resolva seus problemas.

Como exemplo, posso citar que há anos o Dr. Shinya (Japão) preconiza a chamada dieta amucosa para a TOTAL CURA. Ele é considerado um dos médicos mais reconhecidos em sua área. Foi inventor das primeiras técnicas de colonoscopia, e com os anos desenvolveu um método de tratamento baseado exclusivamente em alimentação e altas ingestões de água.

Dentro da problemática emocional, precisamos pensar que o sono mal dormido, a carga adrenal alta, os processos de angústia e ansiedade, as dificuldades com perdas (apego), entre outros, podem levar os problemas em questão a quadros crônicos. As doenças auto-imunes surgem exatamente sob essas condições - os fatores genéticos são a arma, as emoções são o gatilho.

A naturopatia usaria em seu tratamento uma combinação entre dieta, gerenciamento do stress, programas de reequilíbrio emocional, exercícios e suplementação, onde podemos citar como opções terapeuticas o uso de copaíba e aloe vera.

Cabe finalmente ressaltar que nenhum tratamento, seja alopático, homeopático, naturopático, de uma Medicina Tradicional Oriental, ou qualquer outro pode ter sucesso sem uma mudança efetiva de atitude do indivíduo perante a vida.  (+ info)

tenho colite nervosa,marapuama melhora mesmo eu tendo intestino preso e gases?


Indicações da fitoterapia, hoje conhecida como medicina complementar

COLITE NERVOSA: Fibra de trigo.

COLITE: inflamação do cólon; Carvão Vegetal, óleo de linhaça, clorofila, ; regime frugal. Compressas quentes ao lado esquerdo do abdomen.

http://www.plantamed.com.br/glossario/index.html  (+ info)

Médicos, por favor!. Alguém pode me indicar um remédio caseiro para a colite?


"Um excelente remédio caseiro para colite é a maçã.

Faça um suco puro de maçã, utilizando a centrifuga e tome um copo (250 ml) 5 vezes ao dia durante os dias de crise prolongando tres dias após os sintomas terem desaparecido.

A maçã possui um potente efeito desintoxicante e depurativo além de hidratar e acalmar a mucosa do intestino.
"  (+ info)

1  2  3  4  5  

Deixa uma mensagem sobre 'Colite Colagenosa'



Não avalia ou garante a precisão de qualquer conteúdo deste site. Clique aqui para ler o termo de responsabilidade.

Última atualização: Setembro 2014