FAQ - Bexiga Urinaria Neurogênica
(Powered by Yahoo! Answers)

Uma infecção de bexiga pode causar atraso da menstruação?


Dependendo do caso pode sim, mas o ideal é que vc procure um ginecologista para verificar o que está ocorrendo...

abraço.  (+ info)

Já ouviram falar que chá de rosa branca é bom para infecção na bexiga e ajuda a engravidar?


Alguma utilidades do chá de Rosa Branca:


Rosa branca: Adstringente, laxativa, calmante e digestiva. Tísica pulmonar, vômitos de sangue, diarréia, estomatite (sapinho), disenterias, corrimento, laringite, úlceras, conjuntivite, etc.

*****
Rosa Branca laxante, também combate inflamações uterinas

****

Gripe/dor de garganta: chá de rosa branca e tb para vir a menstruação

****

um abraço!!!  (+ info)

Uma hérnia inguinal pode afetar a próstata ou a bexiga, influindo na urodinâmica?


Tenho uma hérnia inguinal considerada muito grande e apresento dificuldades de urinar principalmente nos momentos em que ela está doendo. Os exames de próstata (toque, ultra som e PSA) estão ótimos.
----------

ficar assim é que não pode, tome uma providência. boa sorte.  (+ info)

mioma de 7cm e o utero mede 420 cirurgia perigosa com a aderencia da bexiga?


Qual a gravidade e quanto tempo de recuperação?
----------

A presença de miomas não significa obrigatoriamente intervenção cirúrgica, que só será indicada quando houver situações que estejam prejudicando o bem estar da paciente e se não houver sucesso com o tratamento medicamentoso (tratamento clínico). Se não existir sintomas e nem estiver atrapalhando uma gravidez desejada, a cirurgia pode ser dispensada.

Na histerectomia (retirada do útero) a recuperação acontece em um mês, já na embolização a recuperação dura sete dias. As técnicas de tratamento têm sido aperfeiçoadas e a tendência é que elas se tornem cada vez mais conservadoras, deixando as agressivas, como é o caso da histerectomia, para os casos mais graves, onde há a necessidade da retirada do útero. Segundo dr. Vinicius, "o tratamento dos miomas evoluiu muito, o que permite maior chance da mulher engravidar".  (+ info)

Por que quando a rapariga esta no periodo menstrual a bexiga doi?


Tenho 16 anos de idade,comecei a menstruar com 13 anos,mais quando estou de periodo doi-me mto a bexiga nos 2 primeiro dias,ou mesmo,so no primeiro dia.
E é normal que o periodo demore 6 dias?
----------

Eu penso que não seja a bexiga a doer, mas sim os ovários.

bjs

Quem souber responder a minha questão, agradeço: http://br.answers.yahoo.com/question/index;_ylt=Ank.R9VC2AgCYcRltH01.AJCDnRG;_ylv=3?qid=20091031141941AALK2iQ  (+ info)

Pessoas que retiram a bexiga, por causa de tumores, usam sonda vesical para a eliminação da urina?


Elas podem utilizar uma sonda para eliminar a urina e, posteriormente, caso seja possível, pode-se optar pela reconstrução das paredes ou mesmo a substituição por uma prótese.

Consulte o médico responsável pelo caso, []s  (+ info)

é normal uma grávida sentir dores na bexiga nas primeiras semanas?


Não, procure seu médico.  (+ info)

Por que na medida da pressão arterial a bexiga deve esta vazia?


Me desculpe, mas quem te disse q para AFERIR a pressão a bexiga tem q estar vazia ou é muito burro ou muito mentiroso...

A não ser q seja algum exame especifico...  (+ info)

Dores lombares podem refletir na parte posterior do corpo incluindo a bexiga?


Sim. Geralmente reflete em outras partes do corpo.  (+ info)

Oi, gostaria de saber o que vêm a ser uma infeção na bexiga.?


Fiquei bastante curioso e gostaria de entender um pouco mais sobre o assunto.Infeção na bexiga, o que vêm a ser e porque neste caso, dependendo da gravidade, deve-se aputar parate dos membros.
----------

"A infecção urinária (ITU) é uma infecção que acomete qualquer parte do sistema urinário, desde os rins, a bexiga, até a uretra. É definida como a presença de microorganismos em alguma parte desse sistema. Quando acomete os rins, chamamos de pielonefrite; quando é a bexiga, chamamos de cistite; na uretra é a uretrite; e quando acomete a próstata, denominamos prostatite."

Introdução

A ITU pode acometer indivíduos de qualquer idade e sexo, mas é extremamente mais comum entre as mulheres. Essa relação se inverte no primeiro ano de vida, quando é mais comum nos meninos. Mas por que a ITU é mais freqüente em mulheres? Isso se deve provavelmente a fatores anatômicos. Na mulher, a saída da uretra é bem próxima à entrada da vagina, onde sabe-se que a mulher abriga diversos microorganismos que compõem a flora vaginal. Além disso, os hábitos de higiene após o uso do toalete, como a passagem do papel higiênico em direção ânus-vagina, favorece o transporte de microorganismos intestinais até a vulva. Outro fator importante é que a uretra feminina é bem menor que a masculina, o que favorece o caminho das bactérias desde a entrada da uretra até a bexiga.

O que causa a ITU?

A ITU ocorre principalmente quando os microorganismos, na maioria dos casos bactérias, "sobem" pela uretra e atingem a bexiga, os ureteres e os rins. A bactéria que mais comumente causa ITU é chamada Escherichia coli, e faz parte da flora intestinal normal. Assim, podemos perceber a importância de hábitos de higiene adequados para a prevenção das infecções urinárias.

Normalmente, a urina não apresenta nenhum microorganismo. A presença de qualquer microorganismo na urina pode levar ao desenvolvimento de ITU. Algumas pessoas, em especial as mulheres, podem apresentar bactérias na urina e não desenvolverem ITU propriamente dita, sendo completamente assintomáticas. Esses casos são chamados de "bacteriúria assintomática" e adquirem especial importância em grávidas, como comentaremos adiante.

Um fator de extrema importância no desenvolvimento da ITU é a estase urinária. Isso acontece quando há uma dificuldade de esvaziamento da bexiga, e a urina fica acumulada por muito tempo. Isso favorece a proliferação de bactérias na urina, levando ao desenvolvimento de infecção.

Quais são os fatores que favorecem o desenvolvimento de ITU?

Alguns fatores aumentam a chance de desenvolvimento de ITU, por facilitarem a proliferação das bactérias e o acesso das mesmas ao sistema urinário. São eles:

• Sexo feminino;
• Gravidez: há uma diminuição das defesas da mulher; além disso, durante a gestação há um aumento da progesterona (um dos hormônios femininos), o que causa um relaxamento maior da bexiga e favorece a estase urinária;
• Hábitos de higiene inadequados;
• Diabetes;
• Climatério: as alterações do organismo da mulher favorecem o desenvolvimento de ITU;
• Obstrução urinária: qualquer fator que impeça o fluxo constante de urina, como aumento da próstata, defeitos congênitos, cálculos urinários ("pedra nos rins"), tumores;
• Corpos estranhos: a inserção de corpos estranhos pode carregar as bactérias para o sistema urinário e servir como local de aderência e proliferação, como sondas;
• Doenças neurológicas: interferem com os mecanismos de esvaziamento da bexiga, favorecendo a estase de urina;
• Doenças sexualmente transmissíveis;
• Infecções ginecológicas.

Quais são os sintomas?

Normalmente, o ato de urinar (micção) é voluntário e não se acompanha de dor. A presença de alguns sintomas associados ao ato de urinar leva o médico a pensar em ITU. São eles:

• Dor ao urinar;
• Ardência na uretra durante a micção;
• Dificuldade para iniciar a micção;
• Urgência miccional: quando a pessoa sente uma vontade súbita de urinar;
• Ato de urinar várias vezes ao dia e em pequenas quantidades;
• Urina com mau cheiro, de coloração alterada;
• Pode haver eliminação de sangue na urina, que fica avermelhada, acastanhada.

O indivíduo pode sentir dor na parte baixa do abdome, associada ou não ao ato de urinar. Quando a infecção acomete o rim, o quadro é bem mais grave e o paciente apresenta febre, calafrios, dor lombar (dor nas costas), náuseas, vômitos.

Importante ressaltar que em crianças os sintomas nem sempre são evidentes e, algumas vezes, elas apresentam sintomas em locais não relacionados ao sistema urinário. Nelas, podemos encontrar febre, falta de apetite, parada de crescimento e perda de peso.

Como é feito o diagnóstico?

A presença de qualquer um desses sintomas deve levar à procura de um médico. Após a entrevista e o exame físico, o principal exame a ser solicitado é o exame de urina. Ele é capaz de mostrar a presença de bactérias na urina e também outros sinais que ajudam a fazer o diagnóstico. Juntamente com o exame de urina rotina costuma-se solicitar uma cultura (urocultura), que pode mostrar proliferação de bactérias e permite identificar qual é a causadora da doença.

Em alguns casos, principalmente em criança  (+ info)

1  2  3  4  5  

Deixa uma mensagem sobre 'Bexiga Urinaria Neurogênica'



Não avalia ou garante a precisão de qualquer conteúdo deste site. Clique aqui para ler o termo de responsabilidade.

Última atualização: Setembro 2014