FAQ - Aneurisma
(Powered by Yahoo! Answers)

Quem fez cirurgia de aneurisma de aorta pode usar VIAGRA ?


Cuidado com a auto-medicação, ou, muitas vezes pior ainda, a "net-medicação". Vi aí em cima que "receitaram" um medicamento, mas isso não é certo, nem que seja por um médico, pela internet não dá.


Olha, vai a um médico e ele poderá te esclarecer todas as dúvidas. Sua vida pode estar em jogo, só um médico mesmo pode te ajudar.  (+ info)

qual o melhor tratamento fisioterapeutico no paciente com aneurisma cerebral e abscesso cerebral?


Olá!
Esta pergunta precisa de um laudo médico muito específico para ser respondida, pois depende do consenso de um neurologista e de um fisioterapeuta.
Um abraço!  (+ info)

Jovens podem ter aneurisma aortico abdominal?


gente jovens podem ter essa patologia ? kal aporcetagem de chances??? a massa q se sente no abdomem é certeza ser aneurisma ou pode ser outra coisa? se sim kal seria? obg
----------

Todos podem ter
Abs  (+ info)

aneurisma do septo e prolapso o quer dizer este resultado?


meu filho fez um exame de Doppler o resultado foi:característica de aneurisma do septo.utilizando o Doppler identificamos fluxo através do septo caracterizando "shunt".prolapso valvar mitral.comunicação interatrial do tipo forame patente.
O que quer dizer este resultado?por favor quem puder me ajudar a entender agradeço.meu filho tem 16 anos
----------

Significa que precisa ir logo no médico e tem que cuidar muito bem do coração do seu filho. Bebida, cigarro e drogas - nem pensar!

~*~

O aneurisma do septo interatrial (ASA) é uma anormalidade de importância clínica incerta. Recentemente, tem sido objeto de estudos em adultos como um fator causal do acidente vascular cerebral (derrame cerebral) isquêmico. Sua origem permanece incerta, mas a presença de tecido conjuntivo defeituoso no septo interatrial (estrutura que separa os átrios, que são as câmaras cardíacas superiores do coração) ocasionaria o aneurisma.

O ASA é melhor diagnosticado por meio da ecocardiografia transesofágica, embora possa ser suspeitado pelo ecocardiograma transtorácico. A possível explicação entre a associação do ASA e o derrame cerebral isquêmico, poderia ser a embolia paradoxal (pela presença concomitante de um foramen oval patente) e/ou adesão de um coágulo de sangue ao aneurisma.

~*~

O prolapso de valva mitral se caracteriza por alterações na estrutura da valva mitral (valva que localiza-se entre duas câmaras cardíacas - átrio esquerdo e ventrículo esquerdo), interferindo na sua mobilidade. Normalmente não provoca sintomas, embora possa ocorrer sintomas inespecíficos como dor torácica, falta de ar, palpitações, tonturas e, nos casos mais extremos, insuficiência na valva mitral. Nos casos da síndrome do prolapso mitral pode ainda haver associação com quadros de ansiedade, pânico, pressão baixa, suor intenso.

O diagnóstico é clínico (pelo exame físico), sendo o ecocardiograma exame de grande importância, tanto para confirmar o diagnóstico como também para avaliar o grau de comprometimento da valva. A evolução na maioria das vezes é benigna. Entretanto, nos subgrupos de maior risco ( o que é raro) pode-se encontrar: Insuficiência progressiva na valva mitral, assim como sua ruptura , arritmias , desmaios e endocardite (infecção) na valva mitral.

O tratamento, quando necessário, inclui o uso de beta-bloqueadores até alguns outros anti-arrítmicos. Todos os pacientes nos quais o prolapso gera um refluxo, devem receber antibiótico antes de qualquer procedimento cirúrgico, pois existe o risco de infecção na valva pela manipulação de alguma cirurgia.

~*~

Mantenha a calma e tire todas as suas dúvidas com um bom cardiologista!  (+ info)

Qual a diferença entre aneurisma e AVC hemorrágica?


Pra falar de uma forma clara, aneurisma seria quando a artéria dilata em alguma parte dela, por exemplo uma mangueira tendo em alguma parte dela uma dilatação, como se fosse um calombo. Isso é ruim porque faz com que a parede dessa artéria fique frágil, podendo se romper. E ai entra o AVC hemorrágico que tem como uma das suas causas o aneurisma, quando esta parede se rompe o sangue extravasa para o cérebro levando a uma lesão no local pela compressão que o sangue gera ali.
Minha tia teve aneurisma duas vezes e realizou a cirurgia e se saiu muito bem, hoje em dia o procedimento cirúrgico para esse tipo de patologia ta bem evoluído.  (+ info)

Alguém sabe o que causa o aneurisma cerebral? E quais as suas conseqüências?


em qual hemisfério do cérebro ocorre?
----------

Um aneurisma é uma dilatação sacular de uma artéria, podendo ocorrer em basicamente qualquer artéria. Seu perigo está no fato de poder romper-se ou trombosar, provocando isquémia dos tecidos irrigados pela artéria atingida.

Aneurisma cerebral

Um aneurisma cerebral é uma patologia provocada pela dilatação segmentar, em formato variável, de um vaso no encéfalo, geralmente arterial - artéria - ou menos frequentemente venoso - veia - como por exemplo, o raro aneurisma da veia de Galeno.

Quando a zona dilatada do vaso toma forma esférica, dá-se o nome de aneurisma sacciforme (de saco), ou quando tem forma alongada através do eixo principal do vaso, aneurisma fusiforme (de fuso).

O tamanho é variável, podendo ser desde alguns milímetros até alguns centímetros. Os aneurismas acima de dois centímetros de diâmetro são considerados aneurismas cerebrais gigantes. Os aneurismas pequenos, de poucos milímetros, são chamados de aneurismas baby.

Os aneurismas do encéfalo humano mais frequentes são conhecidos como aneurismas cerebrais congênitos e são mais encontrados na face inferior do encéfalo, na rede circulatória dos grandes vasos conhecida como polígono de Willis.

Na verdade, o que ocorre é que o encéfalo não possui um hilo de vasos sangüíneos como o pulmão ou o rim. As artérias dessa rede são nutridas por duas artérias carótidas (na região anterior da base do crânio) e mais duas artérias vertebrais (na região posterior do crânio). Na época do formação do feto, uma das três camadas de um ou mais vasos arteriais do polígono de Willis, nas regiões das bifurcações, nasce sem a camada média, muscular. Ao longo dos anos, o aneurisma se forma às custas da dilatação das duas outras camadas, as quais não têm efeito mecânico restritivo. Geralmente os aneurismas se manifestam na vida adulta e são raramente encontrados nas autópsias de crianças. Logo, o aneurisma cerebral se forma ao longo da vida da pessoa. Assim, não cabem algumas discussões jurídicas envolvendo o termo doença pré-existente em contratos com seguros de saúde, pois a pessoa não nasce com o aneurisma, e sim com a condição pré-existente, o que é completamente diferente.

Há uma discreta predominância da incidência no sexo feminino e o pico etário de rotura se dá em torno dos 43 a 45 anos de idade. Pode raramente ocorrer na infância. Raramente tem caráter familiar.

Rompimento do aneurisma cerebral

A consequência do rompimento do aneurisma cerebral é um fenômeno patológico, chamado de acidente vascular cerebral hemorrágico ou avch (derrame vermelho, na linguagem popular). Os aneurismas, na vasta maioria dos casos, não geram qualquer tipo de sintoma até a sua ruptura e sangramento. Existem outras causas de avch e o sangramento por aneurisma não é a causa mais frequente. Pode haver sangramento para dentro do tecido cerebral (menos comum); hemorragia sub-aracnóide, HSA, também conhecida como hemorragia meníngea espontânea ou para dentro dos ventrículos cerebrais, podendo provocar hidrocefalia. A ocorrência da hemorragia é em geral súbita, repentina, com duração dos sintomas e sua intensidade variáveis, passível de produzir alterações da consciência, da motricidade, da palavra, entre outras. Cefaléia súbita, descrita como a dor de cabeça mais forte que o indivíduo sente em toda a sua vida, acompanhada de desmaio (perda da consciência) e vômitos são a tríade de sintomas mais comuns na HSA.

O sangramento gera em algumas horas irritação das meninges e o pescoço fica duro, com rigidez nucal para flexão anterior da cabeça até o tórax. O queixo não toca o tórax. Pode ser confundido com meningites.

Dores de cabeça com as características acima, sobretudo em pessoas que normalmente não tem dores de cabeça, devem alertar o médico da possibilidade de HSA.

A maioria das HSA (outras diversas doenças também podem se manifestar com HSA; a mais comum é trauma craniano) podem ser detectadas atráves de tomografias computadorizadas do crânio (CT ou TC). Se a CT resultar normal sob esta suspeita é recomendada a punção de líquor espinhal para exame laboratorial e ver se há hemáceas degeneradas no líquor ou degradação dessas com xantocromia (cor amarela do líquor após centrifugação). Hemáceas não degeneradas são indicativo de acidente na punção, que é feita com uma agulha longa.

Os aneurismas intracranianos são lesões perigosas de elevado risco que, em caso de ruptura, podem produzir a morte súbita em um primeiro ou mais sangramentos; ou uma devastação neurológica (sequelas diversas) em pessoas que frequentemente eram completamente saudáveis. Em geral são tratados, dependendo da experiência do neurocirurgião, com clipagem microcirúrgica definitiva (atualmente o método de maior eficácia a longo prazo).

Estatística: Considera-se que entre 1 e 5 % dos adultos têm aneurismas cerebrais assintomáticos, enquanto que outros autores dizem que são encontrados em entre 5 a 10 % das autópsias em geral.

Sugeriram-se alguns factores ligados à sua ruptura como a hipertensão arterial (HTA), o hábito de fumar, o consumo de drogas e álcool, o stress, os contraceptivos orais, o parto e os esforços físicos em geral (exercício, defecação, coito, tosse, etc.). Contudo, em cerca de 14 a 22 % dos sangramentos por aneurismas, não se identifica um factor determinado, enquanto que cerca de 30 % ocorrem durante o sono.

O exame padrão ouro para detecção de aneurisma cerebral não é a tomografia ou a ressonância magnética, e sim o cateterismo cerebral de 4 vasos (angiografia digital).

Embora o comportamento da doença por países varie em função da distribuição etária, nível de saúde, factores raciais, ambientais e possivelmente da prevalência da HTA e da arterioesclerose na população afectada, o valor médio global da incidência da hemorragia subaracnoidea (HSA) aneurismática é de 10 por 100.000 habitantes por ano, com 50 % de mortalidade, constituindo um significativo problema de saúde, já que de 20 a 40 % dos pacientes com HSA morrem em consequência de uma hemorragia inicial catastrófica antes de chegar ao hospital, e unicamente 60 % dos pacientes são admitidos no hospital em condições neurológicas razoáveis. Após a hospitalização, a mortalidade alcança cerca de 37 %, elevando-se até 40-60 % dentro do primeiro mês posterior à hemorragia, enquanto que a incapacidade severa afecta 17 % dos doentes. A evolução favorável apresenta-se somente em 47 % dos pacientes.

Aneurisma da aorta abdominal

A aorta, como principal artéria do corpo, tem grande importância para a vascularização dos rins e dos membros inferiores. Os aneurismas desta porção podem romper-se, apresentando-se como dor abdominal intensa e choque hipovolêmico. Mais comumente ocorre a dissecção da parte interna da artéria, conhecida como íntima, causando obstrução e isquemia renal e dos membros inferiores. É tratada pelo cirurgião vascular. Se romperem as capas internas da parede do vaso sanguíneo, aparece o aneurisma dissecante, mas se a parede se romper totalmente diz-se então falso aneurisma.

Aneurisma de aorta torácica

Pode ser espontâneo ou traumático. Como é uma artéria de grande calibre, com volumoso fluxo sanguíneo, se não for tratado cirurgicamente a tempo o paciente morre por hipotensão arterial e choque hipovolêmico. É tratado pelo cirurgião cardíaco.  (+ info)

quais as chances de uma pessoa sobreviver a um aneurisma rompido?


se operar, como fica a qualidade de vida?
----------

Cris, aneurisma só acontece em pessoas que são muito nervosas.
Minha avó teve uma aneurisma estourada quando tinha 42 anos (Hoje ela tem 60). Tudo começou com dores de cabeça... mas dor de cabeça daquelas q tipo, sao mto fortes mesmo e nao passam com remédio nenhum!
Aí ela marcou uma consulta com um médico aki na minha city... e foi encaminhada pra Santa Casa de Presidente Prudente, lá ela ficou internada poucos dias e já foi encaminhada pra Ribeirao Preto...
Onde foram e operaram ela, a artéria q se rompeu fica logo atrás do nervo óptico do olho direito... o médico fez a cirurgia e colocou as platinas (clips) na artéria e em outras aneurismas ele tbm colocou clips para não se romper.
Bom, ela conta q todos q estavam com esse problema no quarto q ela estava morreram, mas ela sempre confiou muito em Deus e com certeza a fé que a salvou!
Hj a qualidade de vida dela é totalmente normal, exceto ela não enxergar com o olho direito... todo ano ela faz o exame (Arteriografia)... com esse exame dá para ver todas as veias do corpo e assim dá pra ter uma idéia de como anda a cabeça dela ^^
Mas olhas, as chances de uma pessoa q tem uma aneurisma rompida, morrer é muito grande. Mas não é impossível, quer exemplo melhor do que esse?
Abração!!  (+ info)

Quais sao as restrições apos a cirurgia de aneurisma grau 3, minha sogra nao teve nenhuma sequela...?


Minha sogra teve aneurisma no grau 3, agora gostaria de saber quais são as restrições que ela tem, tais como o que ela pode e o que ela nao pode fazer durante o tratamento pós-cirurgia faz 2 semanas que ela passou por essa cirurgia....
----------

Como estudante de Medicina , não posso deixar de observar que você necessita especificar qual área foi acometida pelo aneurisma...

Um aneurisma é uma dilatação vascular de uma artéria, podendo ocorrer em basicamente qualquer artéria. Seu perigo está no fato de poder romper-se ou trombosar, provocando isquemia dos tecidos irrigados pela artéria atingida...  (+ info)

O SUS cobre tratamentos para aneurisma cerebral?


Tenho um parente com um aneurisma cerebral e eu gostaria de saber se o sus cobre tratamentos para tal, de preferência o tratamento a base do líquido chamado ONYX pois cirurgia seria extremamente invasivo. Ele não possui plano de saúde pois não tem muitas condições financeiras. Portanto depende do SUS! OBRIGADO

Que Deus Lhes Abençoe!
----------

o SUS cobre o tratamento cirurgico convencional e o suporte para UTI caso necessário. Embora o tratamento com o ONYX seja relativamente novo, é considerado um procedimento cirurgico, pois é necessário fazer uma cateterização e jogar o líquido dentro do aneurisma, o líquido então se solidifica e diminui o risco de ruptura das paredes do aneurisma, o método tradicional é igual, faz a cateterização e joga-se uma mola de platina que faz as vias de sustentação da parede vascular do aneurisma. Logo, tanto um método como outro exige intervenção cirurgica. Claro que o ONYX é mais recente e tem menos complicações, com a avaliação de dois médicos do SUS indicando o método como única alternativa para o caso do seu parente, vocês podem conseguir uma liminar na Justiça comum baseado na Lei constitucional art.196 que regulamenta o SUS, com a liminar o governo paga o tratamento específico, mesmo fora da tabela, liminares de urgência são conseguidas em uma semana.
Boa sorte e não perca a fé!  (+ info)

gostaria de saber quais os sintomas do aneurisma cerebral?


Normalmente os sintomas mais intensos surgem no momento do rompimento...náuseas, vômitos e cefaléia intensa, visão turva..são os relatos mais comuns  (+ info)

1  2  3  4  5  

Deixa uma mensagem sobre 'Aneurisma'



Não avalia ou garante a precisão de qualquer conteúdo deste site. Clique aqui para ler o termo de responsabilidade.

Última atualização: Setembro 2014